Archive for Maio 5th, 2019

Carta aberta à Tábata Amaral

Domingo, Maio 5th, 2019
 

Sim, estou muito preocupada com os rumos que a Educação está tomando no Brasil. Embora viva há muitos anos na Alemanha sempre estive conectada, inclusive politicamente, com o Brasil. Acho muito triste o retrocesso, no qual o nosso lindo “verde e amarelo, branco, azul, anil” Brasil já está mergulhado… Acredito que desde o impeachment de Dilma Rousseff. Eu não sou PT, mas votei em Lula e em Dilma (1° Mandato) em Frankfut, pois acreditava que o Brasil necessitava ventilação, com urgência, no seu sistema sócio-econômico e político. Vivenciei com entusiasmo a libertação do país das garras do FMI (Inacreditável) e de uma janela em terras germânicas, observei o Mundo admirando um Brasil que caminhava a passos largos para um processo de erradicação da miséria e da ignorância. Infelizmente o PT se perdeu… As lideranças também se corromperam ou não se fortaleceram o suficiente para não caírem na velha e mordaz máquina de privilégios, representada pelo poder político no mundo e no Brasil. É realmente lamentável que o povo não pôde (nem poderia) – num espaço de tempo tão curto – assegurar a sua capacidade de raciocinar na luta pelos seus direitos enquanto “pessoa/gente” e “cidadão” de um país com tanto potencial quando o Brasil. Assim a velha, retrógrada, larápia e infâmia política, aproveitando dos erros dos governos anteriores, está de volta ao poder no Brasil. E me assusta o quão a passos largos tenta impor as regras de domínio da classe elitizada à um povo sem acesso à Educação (pensamento crítico/embasamento histórico-sócio-econômico), à saúde, até mesmo à vida, já que prega a liberação de armas (Lobismo) ao invés da implantação de projetos sociais. Hoje estava assistindo uma entrevista sua pelo youtube e pensei na maravilha que seria poder apoiá-la na sua juventude, competência, leveza e sobretudo na sua coragem de se envolver neste velho jogo sujo que se chama política. Eu a admiro por isso e por favor não perca a sua essência e a consciência de suas origens, pois são elas que mantêm a sua autenticidade e a tornam um raio de luz neste mundo atual de obscuridade, num país que já foi habitado por gente tão alegre e, justamente por sua alegria e resilência admirada no mundo inteiro.

Desculpe-me pela intimidade do “você”.

Grande abraço e muita força para a luta contra os dragões da ignorância e da ganância.

Ótima semana de trabalho para todos nós!

Beijos