Archive for Junho, 2019

Gesucht! (w/m/d) – Procura-se (f/m/d)

Quarta-feira, Junho 26th, 2019

Simples assim…

Olhando hoje um jornal semanal e anúncios de trabalho, embora não esteja atualmente procurando um emprego – Diga-se de passagem que com muito suor e stress tenho um – Observei ao lado dos mesmos as letras w (weiblich/feminino; m männlich/masculino) a letra d (drittes Geschlecht oder divers/ terceiro sexo ou diverso). Impregnada de notícias do Brasil me coloquei a pensar em quanto me sinto confortável em estar vivendo num país europeu e justamente porque aqui já (praticamente) superamos os preconceitos absurdos sobre a opção sexual das pessoas. Que hipocrisia é essa de se pensar que os heteros estão num patamar superior às pessoas que por motivos biológicos, sociais ou estritamente pessoais se interessam, admiram, se relacionam intimamente com pessoas do mesmo sexo ou sei lá ? Me admiro muito sobre o porquê as pessoas encontram tempo e motivação para julgarem o comportamento das outras pessaos, enquanto há tanto para aprender, conhecer, realizar, aprimorar-se como pessoa, como família, como profissional? O absurdo dos preconceitos tem me incomodado muito nos últimos tempos e por isso resolvi escrever abertamente como uma forma de tentar me solidariezar com as pessoas que sofrem diariamente qualquer tipo de discriminação. Me pego pensando em o quanto nada somos para termos a mísera ilusão de “superioridade” por sermos heteros, brancos/ mestiços, termos frequentado os bancos escolares. No fundo somos apenas essência, energia. Esqueçamos de tudo o mais e, sim, que sejamos capazes de nos apaixonar e nos dedicar (ou tentar) aos seres vivos deste planeta.

Beijos.

Ps. A propósito na foto estou eu e não com uma namorada, mas sim com uma linda profi cabeleleira, a qual me atendeu numas das praias do Quênia – Na maravilhosa Mama África!

“Toda forma de amor valerá”!

Terça-feira, Junho 4th, 2019

É dia de festa sim! Hoje se comemora 50 anos de luta contra os preconceitos relacionados às diferentes formas de realização integral do ser humano em suas formas múltiplas de ser, querer, desejar, estar de bem consigo mesmo e com o universo. “Não julgues para não seres julgado”. Seja feliz assim com as suas próprias opções e deixe os seus semelhantes serem felizes de acordo com as respectivas opções. O universo precisa de pessoas resolvidas e otimistas. A minha admiração para você que diariamente trabalha em prol de almas e não conveniências!

Beijos.