Balanςo do terror – Pogrom

Estrela negra - para os ciganos - identificaςão em tempos de guerra.

Na noite de 09 para 10 de novembro de 1938 sinagogas judaicas são incendiadas por toda a Alemanha. O balanςo „oficial“ do terror pode-se  traduzir através dos números:

  • 91 mortos,
  • 267 igrejas e casas comunitárias são destruídas e
  • 7500 casas comerciais são destruídas

No entanto segundo informaςões do Museu de História Alemã mais de 1300 pessoas morreram nesta noite e mais da metade das sinogogas ou casas de oraςão foram semi ou totalmente destruídas em toda a Alemanha e Áustria. No dia 10 de novembro foram transportados mais de 30.000 judeus para campos de concentração. Como pretexto para a „ira expontânea do povo“, os nacionais socialistas usam o assassinato do secretário da delegação alemã – Ernst vom Rath – no consulado de Paris pelo jovem Herschel Grynszpan, o qual – segundo os nazistas – através desta ação pretendia chamar a atenção  para a causa  dos 17.000 judeus, entre Eles seus pais, que foram deportados para a Polônia.

O regime nazista declarou cinicamente que a aςão „Pogrom“ ou Noite dos Cristais referiu-se à uma reaςão justa e a indignação do povo alemão como compreensível, a qual signalizaria a despedida das atividades comerciais judias em território alemão. Paralelamente outras privações, expropriaςões e a propaganda em  torno do „arianismo“tinham como objetivo específico movimentar os judeus para emigrarem-se.  A propósito, depois do Pogrom „Público“ de novembro/1938 a perseguiςão aos judeus adquire um novo caráter – a eliminação silenciosa. (…)

Fonte: Rhein-Zeitung Nr. 260

Beijos e linda semana apesar dos pesares!

Aqui um link muito interessante para consultas, sobre o qual me chamou a atenção minha querida Sandrinha Santos


Share This:

Schlagworte: , , , , , ,

Kommentieren

*