Dicas (práticas) do Consultório

"Esconda a sua loucura atrás de um lindo sorriso.Isso basta". Paulo Coelho

Um final de semana diferente me aguarda, muito tranquilo… talvez até tranquilo demais. Estou sozinha em casa com meus pensamentos, ocupaςões domésticas e projetos para o futuro. É o terceiro ano consecutivo que Meus Três foram acampar juntamente com outros pais e crianςas aqui da nossa vila e dessa aςão, a qual tem um quê de aventura e gostinho de fim de férias, as mães estão fora, permanecem em casa e estam proibidas de participarem da aventura dos Meninos e Meninas. Às mães é concedida a  permissão de  ocuparem o próprio tempo com Elas apenas e decidirem desde a organizarem  grandes programas com amigas ou dormirem o tempo tempo se assim desejarem. Acho muito interessante esta tradiςão daqui! Meu final de semana, no entanto, mesmo sozinha já está repleto e não de programas com amigas, pois elas já estão comprometidas com  outras atividades. Acho que de diferente mesmo vou apenas dormir algumas horas extras que normalmente até porque tenho que me carregar de energia para a próxima semana que será de reforma na cozinha, ou seja meu campo preferido de trabalho e filosofia estará caótico! Jörg já me disse: „a partir de segunda, você não reconhecerá mais a sua cozinha…“ Deus meu!

Mas particularidades a parte, comecei este post com o objetivo de compartilhar algumas dicas úteis que li ontem e considero bem importantes para nos ajudar em nossos relacionamentos, afinal é ilusório de que alguma relaςão sobreviva sem conflitos, sem contradiςões, sem altos/baixos e já sabemos também faz tempo que almas gêmeas não existem a não ser em ficςão. Assim encarar a realidade e trabalhar as diferenςas ajudam muito a amenizar os conflitos. Logicamente certa flexibilidade, em qualquer situaςão é fundamental senão a única possibilidade é mesmo viver sozinho, mas como disse o poeta: „…ninguém é feliz sozinho…“

Alguns aspectos a serem considerados:

1-Férias:

  • Quando um dos parceiros gostaria de ir para as montanhas e o outro para o mar o melhor mesmo é tentar estabelecer um acordo no qual em um período de férias os dois viajam para as montanhas e no outro período para o mar;
  • Isso vale também para as atividades – quando um quer ir para a praia e o outro jogar futebol ou golfe – vale o consenso no revezamento dos programas;
  • Existe também a possibilidades de programas separados, os dois não precisam estar juntos 24 horas por dia. Assim enquanto Ela vai às compras ou ao cabelereiro, Ele pode se ocupar sozinho com uma atividade que o agrada muito e a Ela não exatamente;
  • Absolutamente irreal também é pensar que os problemas por si mesmos se resolverão nas férias. É melhor não esperar que cicatrizes e conflitos se evaporem apenas com o „clima de férias“.

2-Caixas:

Quando os dois se relacionam de forma muito diferenciada com dinheiro, faz sentido a existência de contas separadas. Quando os dois têm bons rendimentos vale a pena a organização de um caixa extra para despesas comuns com a casa. Muitas situaςões conflitantes e desagradáveis podem existir se um tentar mudar a maneira do outro de investir ou gastar, pois este aprendizado está muito ligado a forma como fomos educados – normalmente aprendemos com os nossos pais no que e como investir ou desperdiςar o nosso dinheiro.

3-Amigos:

Paralelo aos amigos comuns, devemos ter os nossos próprios amigos independentes de nossa relaςão amorosa. É saudável para ambas as partes passar algum tempo sozinhas com pessoas que lhe são confiáveis para uma boa conversa ou a prática de algum hobby.

4- Pequenos segredos:

Os casais não precisam sempre falar sobre tudo. Um pouquinho de segredo fazem como „o outro“ permaneςa interessante, atrativo. Psicólogos afirmam que os pequenos segredos permitem que possamos fantasiar através/em  nossos parceiros. Sem segredos o efeito se perde. Absoluta transparência não fortalece o relacionamento, pode torná-lo apenas entediante. Mais importante  é que sejamos para nossos parceiros pessoas previsíveis e confiáveis.

Beijos e boa sorte!

Fonte: Rhein-Hunsrück-Zeitung n°: 179,  em „Leben – Familie & Beziehung“

Share This:

Schlagworte: , , , ,

Kommentieren

*