Grandioso!

"Mesmo o espelho nao reconhece todas as nossas facetas"

Sim, grandioso foi o meu fim de semana e tão recheado de novidades! Ainda estou cansada por correr atrás da “pontualidade alemã”. Na verdade não gosto nada de me sentir na obrigaςão de estar sempre pontual, mas me vejo nos últimos anos mais pontual até mesmo que muito alemães. A canseira é muita, mas acredito que estar pontual é uma questão de respeito para com as outras pessoas. Assim mesmo tendo que estar no sábado, às 10 hs em Mainz, para um Workschop de danςa para crianςas – pouco depois das 5 eu já estava desperta e disposta a pular da cama. Depois de tentar organizar o apartamento e planificar o dia  para o meu príncipe e princesinhas,  estava eu indo com muita decisão para a cidade grande, porém apenas com uma vaga noςão sobre quem  e o que esperaria por mim na quadra de esportes da escola “Am Gleisberg”. No entanto a expectativa de ali aprender muito numa atmosfera de discontraςão, era bastante grande.

Graςas ao meu poderoso Tom-Tom (navi) eu estava até mesmo minutos adiantada para o primeiro módulo do curso. Minhas novas colegas se mostraram, como normalmente, meio que neutras e preocupadas em travar diálogos animados entre elas próprias, mas a seguranςa de que teríamos uma manhã animada eu já havia obtido ao conhecer a nossa professora – muito simpática e cheia de energia! Somente cerca de 15 minutos depois, através de uma apresentaςão formal,  fui saber que se tratava de uma brasileira Sandra Dreher Mansur – o que me causou surpresa, pois seus traςos físicos são europeus e o seu alemão sem sotaque. Pude constatar rápido que ela veio para a Alemanha há anos atrás e o seu local de nascimento – o sul do Brasil (Porto Alegre). O mais interessante é que com toda a sua formaςão acadêmica e anos de prática, tive o prazer de passar horas na companhia de uma pessoa além de competente – solidária, muito distante do pedantismo que envolve muitas pessoas quando atingem um elevado grau de profissionalismo. Apesar de resfriada ela se mostrou com muita disposiςão de compartilhar comigo e minhas colegas de curso tudo o que pôde em relaςão ao tema. Assim, é com bastante orgulho que resolvi hoje dedicar algum tempo para publicar aqui algo de Sandra, algo de Brasil além de samba e futebol.

O meu domingo também já estava tomado com as minhas obrigaςões de mãe, esposa e dona de casa – pela manhã. Pela tarde esqueci todo o resto e mergulhei na festa denominada – Dia das geraςões – organizada pela comunidade vizinha – Gondershausen. Lá eu estava como membro ativo da associaςão de esportes tentando ajudar na implantaςão do nosso Club e proporcionar alguns momentos exclusivos e interessantes para pequenos e grandes. A experiência foi bastante positiva e me proporcionou um pouco da sensaςão de pertencer ao lugar, embora os sentimentos de ser um “pássaro fora do ninho” me persiga sempre. Posso afirmar, no entanto, que esta sensaςão me é conhecida, quase inerente já no Brasil, mas agora, neste minuto eu descobri o porquê – todos somos na verdade estrangeiros neste planeta. Quem não vai embora num dia destes?

Beijos!!!!!!!!

Tags: , , ,

Leave a Reply

*