Operaςão “Pente fino”

Inglês, eficiente, útil!

Esta foi uma expressão que há anos atrás se espalhou pelo território do Brasil. A expressão “operaςão pente-fino” se tornou entre nós bastante popular naqueles dias, graςas aos noticiários de rádio, tv, jornais e as sátiras dos comediantes. Acho que isso foi na década de 80 e me lembro que naqueles anos estávamos muito céticos quanto a possibilidade de sucesso desta “Operaςão” que se tratava de esclarecimentos de atitudes escandalosamente corruptas de políticos em aςão em várias posiςões e estados brasileiros. Não posso nomear nomes pois não me lembro deles e sucesso absoluto a “operaςão”não obteve, mas estou segura que desde então  o tema corrupςão vem sendo tratado mais seriamente em toda a parte do mundo, inclusive no Brasil. No entanto podemos afirmar que desta “praga” que assola e empobrece muitos povos, estamos ainda (infelizmente) longe da  absolviςão.

Voltando para uma realidade mais próxima e concreta, minha esperanςa é de que pelo menos a “praga do piolho” que nos abateu no comeςo desta semana esteja superada com a “operaςão pente-fino” que eu mesma liderei aqui em casa após – por uma feliz (ou infeliz?) concidência ajudando Vic a secar os cabelos depois da ducha- obervar um minúsculo animalzinho com algumas perninhas passeando através de seus longos cachos. Eu me segurei para não entrar em pânico quando, analisando mais criticamente toda a região da cabeςa, obervei que o “animalzinho” havia deixado seus rastros em alguns pontos da cabeςa da minha filha mais nova. Demorei um tempinho… pensei… respirei fundo… então avisei toda a família que tínhamos um “probleminha” a ser , o mais rapidamente possível, resolvido. Eu tive, confesso, vontade de resolver tudo sozinha e quase em segredo, pois tive – penso assim como todas as mães a grande  questão interna: “o que vão pensar da gente?”De mim”?

Sem qualquer experiência no assunto, à noite conversei com Jörg e resolvemos que na próxima manhã a escola seria, como atitude de praxe,  comunicada – até porque  lá comeςou o “nosso problema”, Vic ficaria em casa e uma consulta médica (outro procedimento normal por aqui) seria solicitada para aquisiςão da receita mais adequada de medicamento a ser utilizado.

Hoje, três dias depois das minhas primeiras horas de pânico estou aqui tranquilamente escrevendo este post já que Vic está de novo na escola e com a cabecinha livre de qualquer “praga”, pois tomei todas as medidas necessárias e viáveis, inclusive “trabalhando” horas em sua cabeςa,  colocando o seu bicho de pelúcia preferido para congelar (48 horas), fechando os outros todos em sacos pláticos ( 2 semanas) e lavando roupas de cama e banho em temperatura 60°.

Tenho que admitir que não é fácil tratar abertamente do assunto, eu preferia ter apenas escrito sobre a participaςão, prá lá de interessante que Vic, juntamente com todas as crianςas da Escola, teve num evento muito especial em Koblenz na quebra mundial de um Rekord. Sim, lá está registrado no “Guinness World Records” que – sob a orientaςão/ coordenaςão do escritor Stefan Gemmel e Eva Pftzner – 10.000 crianςas se encontraram no Festung Ehrenbreitstein para juntas lerem algo que Stefan escreveu (Alasgus) exclusivamente para este super evento.

Como se não bastasse esta novidade, Vic também teve uma ótima participaςão na festa de esporte de sua escola. Ela estava muito orgulhosa do seu Ehrenurkunde (Certificado de Honra) com a marca de 725 pontos.

Finalizando, agora sei que eu deveria ter comeςado a “operaςão pente-fino” logo após pegá-la na escola depois da última grande experiência que ela vivenciou juntamente com os seus colegas de classe – na noite de quinta para sexta Eles dormiram na sala de aula, lado a lado em seus sacos de dormir…. uma experiência muito interessante mesmo, sem dúvida… mas aqui está uma dica de mãe para mãe: prepare o pente fino quando souber que a professora está organizando uma atividade assim tão especial!

Beijos.

Tags: , , , , , , , ,

2 Responses to “Operaςão “Pente fino””

  1. Regina diz:

    Oi Neusa, que bom que a operacao pente fino foi bem sucedida!!!
    Colocar bichinhos de pelúcia na geladeira e congelá-los?! Ou deixá-los sufocados em sacos pláticos?! A Vic nao sofreu com suas resolucoes dramáticas?
    Eu nunca ouvi falar disso, nao… Bom saber para quando chegar minha vez… Acho que as criancas nao escapam dessa experiência tao facilmente, nao…

    bjs prá você e para as meninas!

  2. Neusa diz:

    Oi Re tudo bem? Que bom receber sua visita! Obrigada!
    Para a minha surpresa a Vic tem colaborado bastante com as resolucoes… Sim, uma delas é colocar todos os bichinhos de pelúcia e tudo mais que nao pode ser lavado a 60° em sacos de plástico e amarrá-los muitíssimo bem (por 2 semanas), ou seja devem ficar sem oxigênio, pois assim qualquer rastro da praga morre. Àquele preferido deve ficar no freezer por 48 horas. Acho bom você estar preparada para o “problema”, inclusive o seu pente tenho que devolver e te recomendo o profissional que se compra nas farmácias – Nissenkamm (novidade no vocabulário!!)- por ca de 8 Euros, mas penso que o tipo de cabelo da Sarah e Aline nao sao tao problemáticos. Assim fique (por enquanto) tranquila!
    Um grande abraco e ótimo fim de semana!
    Vamos para a festa amanha?

Leave a Reply

*