Sonhos e metas

Aufwiedersehen - até a vista!

"Não devemos atracar o navio com apenas uma âncora e atar nossas vidas somente em um mastro de esperanςa". Epiktet

Uma nova semana… novas perspectivas… novos desafios e surpresas. Não, eu absolutamente não posso reclamar a não ser do mal tempo, as nuvens escuras e pesadas insistem em povoar o céu deste país, as jaquetas ainda estão penduradas no corredor, está tudo frio e sombrio  enquanto estamos sedentos de luz e calor. Prefiro, no entanto, não ficar resmungando muito e sim planejando longos passeios ao sol quando pudermos provar de novo da leveza e facilidade do verão, o qual esperamos com muita ansiedade. Para o sábado já tenho um compromisso maravilhoso com duas Senhoras cheias de charme, alegria,  discriςão e calor humano, pois tenho – enfim – pausa dos “detectores de fumaςa” em Koblenz, na  Südallee (Avenida Sul), onde tenho vivenciado  muitos momentos interessantes. O conjunto de apartamentos nesta avenida pertence ao Estado, foi construído no comeςo do século XX para funcionários públicos. Foi bombardeado na Segunda Guerra Mundial e paulatinamente restaurado (na estrutura original) externamente. O interior dos apartamentos têm diferentes divisões e o nível de conforto e categoria do material de construςão utilizado nas reformas depende do morador, pois os apartamentos são alugados para  famílias em condiςões sócio-econômicas diferenciadas, embora o contraste entre ricos e pobres aqui na alemanha não seja tão agudo quanto nos tradicionais países capitalistas, percebe-se muito rápido algumas diferenςas no nível sócio-econômico e cultural dos habitantes daquele área nobre da cidade. No meu mais recente dia de trabalho ali, vivenciei uma espécie de contraste no tipo de tratamento que nos foi dispensado, basicamente, entre uma casa distante 2 números da outra. Nas primeiras horas encontramos pessoas mal humoradas, críticas e arrogantes. Nas últimas horas fomos esperados com sorrisos, simpatia e convite para tomar café. Eu me senti realmente privilegiada por vivenciar tantos momentos diferenciados em curto espaςo de tempo e lugar. Hoje posso compartilhar que estou feliz comigo mesma por ter mantido sobretudo a calma e a frieza necessária para não me chocar ou me entusiasmar com nenhuma das atitudes. Logicamente os sorrisos abrem a alma e o coraςão, mas uma das minhas mais recentes metas é me tornar  algo menos de “emoςão” e tanto mais de “prática”. Esta necessidade avassaladora de praticidade me invadiu quando meus pais “partiram desta para uma melhor”, afinal Eles eram as únicas pessoas que se preocupavam comigo. Eu encarei esta dura realidade e sobrevevi relativamente bem sendo paciente com minhas cicatrizes internas e externas, mas estive sempre longe do meu ideal de “ser prática”. Ao me tornar mãe me concedi a licenςa de voltar a ser apenas “emoςão” e cuidar dos meus bebês como se cada dia fosse o mais importante de nossas vidas – e realmente foram! Estou feliz por ter vivenciado cada minuto Delas com Elas já que atualmente Elas estão muito independentes e algumas vezes preferem a companhia das amigas e outros programas à minha presenςa. Não estou ressentida, às vezes, confesso que fico com um pouquinho de ciúmes da “melhor amiga”, mas me sinto feliz porque Elas são pessoas capazes de cativar amigos – acho isso saudável – amigos fazem parte da nossa vida e também por eu ter a opornidade de organizar parte do meu tempo e me dedicar à projetos independente Delas, inclusive o de aprender a ser mais prática. Não gosto mesmo do meu lado embolado! Por isto tenho que me despedir de vocês e cuidar de algumas coisas práticas…

Beijos e linda semana!

Tags: , , , ,

Leave a Reply

*