Artikel-Schlagworte: „cozinha“

Sandwiches a la vita

Dienstag, 1. November 2016

Wie vesprochen, schreibe  ich hier wie  man die leckereste Toast Sandwiches auf dieser Welt macht/ Como prometido , escrevo aqui hoje como se faz o sanduiche mais delicioso do mundo:

  1.  Tonno: /Atum

Zutaten/Ingredientes

1 Päckchen Butter Toast/Um pacote de pão sovado

1 Dose Thunfisch in Wasser gelegt/ Duas latas de atum conservados em água

 1/2 Glas Miracel Whip (leicht)/Meio vidro de mayonnese (Miracel Whip) leve

Rote Zwiebel  (nach Geschmack)/ Cebola lilás ou branca

Schwarz Pfeffer (aus der Mühle, nach Geschmack)/ pimenta-do-reino (a gosto)

Trockene Chili-Paprika-Salz (aus der Gewürzmühle, nach Geschmack)/pimenta vermelha, pimentão-sal moídos

Kräuterlinge – Knorr (Frühlings Kräuter zum Streuen) cheiro verde seco Knorr (ou outro)

Zubereitung: Preparação

Toast Ränder ausschneiden/cortar as bordas do pão

Wasser aus der Thunfisch weg werfen/escorrer a água do atum

Thunfisch mit der Gabel zerqueschen/com um garfo esmagalhar o atum

Zwiebel – klein quadratisch schneiden/zum Fisch einfügen/cortar a cebola em pequenos quandrados

Fisch mit Pfeffer und Chili-Paprika- Salz würzen/temperar o atum com pimenta-do-reino e pimenta vermelha com pó de pimentão e sal

Mirecel Whip einfügen/acrescentar a mayonne

Alles zusammen mischen bis eine homogene Masse entsteht/misturar bem todos os ingredientes

Dazu etwas Kräuterlinge geben/acrescentar cheiro verde

Eine Scheibe Toast mit einer gute Portion von der Masse belegen/rechear a primeira fatia de pão com uma boa porção do recheio

Eine zweite Scheibe drauf sanft stellen/ colocar suavemente a segunda fatia de pão sobre a primeira

Der Erste Sandwich ist fertig/  Dreieckig durch schneiden – o primeiro sanduiche está pronto/ cortar ao meio, obtendo a posição triangular

Guten Apetit!

PS.:Weitere Infos S. Post Hänchensandwich/Para obter outras informações veja o post sandwich de frango

 

 

 

 

 

 

 

Share This:

Delícia de Waffeln

Sonntag, 4. November 2012

Uhmm! Irresistivelmente bem acompanhada!

Estou aqui na maior batalha dividida entre pessoas, responsabilidades, projetos, futuros projetos, sonhos e anseios… nem conto!

Por fim minhas duas estão na cama sonhando ou tendo pesadelos com a escola e os colegas de classe, o que me permite, sem dor na consciência sentar-me aqui e publicar um novo post, o qual tenho ensaiado em escrever há tempos, mas o dia-a-dia normalmente pesado tornou-se muito mais difícil nas duas últimas semanas, pois além de me dividir com as crianςas, casa e minhas próprias atividades me vi na obrigaςão de atender ou tentar (doce ilusão!) atender as aspiraςões do marido (de férias) em seu novo conceito para o nosso jardim, o qual no momento encontra-se digamos nada atrativo – monte de terra de um lado, monte de pedras do outro… Fato é que logicamente correndo de um lado para o outro e tentando agradar  a gregos e troianos chegamos a ter um desempenho medíocre em todas as atividades. Nestas duas últimas semanas eu batalhei muito para atender a todas as expectativas, inclusive as minhas, mas nem sempre foi possível, infelizmente! No entanto a vida tem me ensinado a não me deixar devorar pela ansiedade, senão a viver um dia após o outro tentando aproveitar o máximo dos „Encantos e Desencantos“. Assim na última sexta eu estava tomando o segundo café da manhã com amigas, tentando esquecer as outras  obrigaςões pendentes e menos urgentes. E aqui estou eu enfim, no domingo a noite, para compartilhar com vocês uma receita deliciosa que já testei inúmeras vezes, mas que há alguns dias  sei que incrementá-la pode torná-la apaixonante. Hoje a tarde me dediquei a agradar os meus três adocicando a nossa tarde com esta receita, a qual vale a pena testar:

Ingredientes  para aproximadamente 9 Waffeln

  • 125 g de margarina
  • 80g de aςúcar
  • 1 pacotinho de aςúcar de vanilha
  • 3 ovos
  • 250 g de farinha de trigo
  • 1/2 colher de café de pó Royal
  • 1/4 l de leite
  • Algumas gotas de rum (conforme gosto)

Ingredientes para o acompanhamento:

  • Aςúcar em pó (apenas decorar)
  • Creme schantilly
  • Sorvete de vanilha
  • Cerejas azedas

Modo de fazer:

  • Preparar o creme schantilly (aqui na Alemanha eu bato com a batedeira o Schalag Sahne, o qual deve estar antes gelado. Após testar a sua consistência, acrescentar um pouco de aςúcar e bater um pouco novamente) e reservá-lo na geladeira.
  • Colocar as cerejas em fogo mínimo para aquecer.

Preparo da massa:

  • Separar as claras e gemas dos ovos
  • Bater as claras em neve (reservar)
  • Bater a margarina, aςúcar e aςúcar de vanilha bater até ficarem cremosos
  • Acrescentar as gemas
  • Bater a massa até que o aςúcar esteja todo dissolvido
  • Acrescentar  devagar o leite e a farinha de trigo
  • Bater toda a massa até o ponto máximo de cremosidade
  • Acrescentar as claras em neve
  • Bater novamente
  • Acrescentar as gotas de rum

Assar

Logicamente em pequenas porςões em forma apropriada,

Servi-las

  • Muito bem  acompanhadas de pó de aςúcar como decoraςão, inclusive nas bordas do prato,
  • Algumas cerejas mornas
  • Uma pequena porςão de creme Schantilly
  • Uma pequena porςão de sorvete de vanilha

Bom apetite!

Ótima pausa para um café muito especial!

Beijos e linda semana!

Share This:

Frango (imperdível) xadrez

Samstag, 10. März 2012

Guten Apetit!

Como estou praticamente recuperada do meu resfriado, me sinto de novo bastante  animada e resolvi hoje  ressuscitar no meu blog a  categoria: „Na cozinha“. Ontem estive pensando num frango delicioso que aprendi a preparar no Brasil com uma grande amiga. A amiga, infelizmente, com o passar dos anos sumiu do mapa, mas a receita ficou no meu magnífico caderno  velho de super receitas. O frango xadrez é uma sugestão gostosa leve e saudável.

Ingredientes (4 pessoas) – primeira parte:

2 peitos de frango

1 pimentão verde

1 pimentão vermelho

1 cebola pequena

2 cenouras pequenas

1 punhado de vagem

1 couve flor (pequena)

Modo de fazer:

  • Cortar todos os ingredientes em cubinhos;
  • Cozinhar todos os legumes (reservar);
  • fritar o frango na manteiga (reservar);
  • Passar na manteiga (utilizada anteriormente para o frango) todos os legumes/por último a cebola (reservar);

Ingredientes – segunda parte:

O molho

  1. Choio (uma medida)- molho de soja
  2. Água (duas medidas)

Observaςão: para cada medida de choio – duas medidas de água.

3. 1 colher de sobremesa de mel

4. 1 colher de óleo de gergelim (girasol)

5. 1 colher de maizena (dissolvida)

Observaςão: na Alemanha, o substituto da Maizena é o  Mondamin

Modo de fazer:

  • Colocar todos os ingredientes em uma panela;
  • Levar ao fogo;
  • Despejar o molho sobre os legumes;
  • Assim que o molho demonstrar a consistência desejada, transferir para uma travessa funda e servir ainda quente com aquele arroz leve e solto…

Bom apetite!

Beijos e lindo fim de semana!

Share This:

Atencao! Picante!

Donnerstag, 24. März 2011

Uma breve  sugestao de cardápio para o fim de semana, o qual eu mesma vou experimentar pela primeira vez. Já tenho água na boca!

Chili-Frikallen  (Pimenta vermelha-Almôndegas) com  salada de macarrao e camarao:

Ingredientes (ca 4 pessoas):

  • 200 g Farfalle (macarrao formato borboleta);
  • 1 abacate macio (no ponto);
  • 2 cebolas verdes (Frühlingszwiebel)
  • 250 g tomatinhos ou o próprio legume preferido
  • 4 colheres (sopa) de óleo de oliva
  • 4 colheres (sopa) de vinagre branco (opcional)
  • 2 colheres (sopa) de maionese
  • 1 colher (café) de Ketchup
  • 1 pitada mínima de pimentao em pó
  • pimenta do reino (a gosto)
  • 200 g de camaroes pré-preparados
  • Limao

Mode de fazer:

  • Em água fervente, com uma pitada de sal e duas gotinhas de óleo ou um  pouquinho de manteiga – Cozinhar o macarrao „al dente“/colocá-los para escorrer;
  • Partir o abate ao meio, após retirar o caroco e casca – cortá-lo em pequenos cubos  e imediatamente misturá-los com um pouco de suco de limao;
  • Lavar e cortar em pequenos círculos as cebolas;
  • Lavar e cortar ao meio os tomates ou acrescentar outro legume como por exemplo ervilhas;
  • Misturar o óleo, vinagre (opcional), maionese, ketchup e o pó de pimentao – acrescentar sal e pimenta conforme o gosto;
  • Misturar os camaroes (depois de secá-los) com o abacate, suco de limao, cebola e tomates e despejá-los sobre o macarrao;
  • Colocá-los na geladeira até o momento de serví-los.

Chili (pimenta vermelha)-Frikadellen (Almôndegas):

Ingredientes:

  • 1 pao francês do dia anterior
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho ou mais – conforme o gosto (amassá-los bem, juntar um pouco de sal – formar uma pasta);
  • 1 pimenta vermelha (ou mais, conforme o paladar)
  • 5 ou mais galhinhos de Thymian (tomilho) – penso que seja opcional, nao me lembro deste ingrediente no Brasil
  • 400 g de carne moída mista
  • 2 ovos
  • sal, pimenta do reino
  • 1/2 colher de pó- de -pimenta (ligeiramente doce)- opcional
  • 1/2 colher de mostarda (pouco picante)
  • Schweine-Schmalz ou Manteiga ou ainda óleo – para fritar as almôndegas (Frikadellen).

Modo de fazer:

  • Colocar o pao amanhecido na água para amaciá-lo;
  • Cortar em porcoes muito pequenas o alho ( ou mesmo socá-lo) e a cebola;
  • lavar e cortar em pequenas fatias a pimenta vermelha;
  • Lavar os tomilhos e retilhar as folhinhas dos galhos;
  • Misurar muito bem a carne, a cebola, o alho, a pimenta vermelha e o tomilho;
  • Bater os ovos e acrescentar o pao em migalhas, após logicamente ter tirado o excesso de água do mesmo;
  • Juntá-los a carne;
  • Com sal, pimenta do reino, pó de pimentao, mostarda – temperar a carne e amassar tudo muito bem;
  • Com as maos molhadas formar 8 a 10 almôndegas formato médio;
  • Frite as almôndegas em manteiga nao muito quente, assim os dois lados estarao ligeiramente marrons e o interior cozido.

Sirva as almondêgas quentes ou frias com a salada de macarrao.

Bom apetite!

Ps. Um pouco de criatividade para adptar a sugestao ao paladar próprio será um desafio, assim como a inclusao ou nao de alguns ingredientes nao tao populares fora da Alemanha.

Beijos.

Infos adicionais: testei ontem a receita e totalmente insatisfeita nao fiquei, porém já fiz algumas alteracoes na receita original e ainda aconselho para pessoas que gostam realmente de „picante“ o acréscimo de mais pimenta e Chile. Também para obter mais sabor, acrescentar mais alho e ao invés de abacate para aqueles que nao sao realmente fas desta fruta a nossa maionese com pouca gordura ( na Alemanha a minha preferida e imbatível é a Miracle Whip) também ao invés de tomate – ervilhas e ou batatas (cozidas em pequenos cubos). No mais, vale a pena experimentar uma outra variacao de Frikadelle, cuja traducao que encontrei foi Almôndega, porém o formato e maneira de cozinhar sao um pouco diferentes – ao menos os que eu conheco.

Share This:

Batata à moda alema, sob inspiraςão brasileira

Freitag, 25. Februar 2011

"Viver e não ter a vergonha de ser feliz..."

Bratkartoffel ou batata assada/frita – um dos meus pratos preferidos desde que vivo em terras germânicas, se bem que no Brasil eu já era uma grande fã deste legume delicioso e super versátil.

De verdade, eu gostaria de compartilhar minhas últimas preocupaςões nesta manha cinza, mas estou sem inspiraςão para escrever sobre temas sérios. Assim, me despedindo por esta semana, pois o fim de semana será super movimentado com a sequência da programaςão de carnaval.                                                                                                                                            Eu nunca me empolguei muito com o carnaval, porém no meio deste inverno horrível e interminável ficamos felizes pela descontraςão que ele representa, além do que Laura e Vic que sempre curtiram o carnaval. Este ano estão ainda mais empolgadas por fazerem parte do grupo „Marienchengarde“ ou „Funkenmarienchen“ – acho que um sonho para qualquer menina que gosta de danςar. Eu fico feliz pela alegria e pelo orgulho que vejo nos olhos delas ao se vestirem com os trajes típicos e repetirem pela centésima vez a coreografia que durante muitas e muitas semanas ensaiaram.

Bem, eu gostaria sim hoje de compartilhar uma dica de cozinha – quem sabe para o fim de semana?

A dica é muito simples e deliciosa. Eu levei um tempo para conseguir fazer uma batata que agrada a todos nós aqui em casa, mas nos últimos tempos há briga para uma porcao maior de batata  à  moda alema, porém com inspiracao brasileira.

Ingredientes:

  • Batatas na quantidade desejada, dependendo do número e apetite dos integrantes da família. Importante: segundo a minha experiência a batata fresca, inclusive com terra é a mais saborosa. Aqui na região eu compro estas batatas na rede REWE;
  • Sal;
  • Manteiga ou por aqui Rama Culinesse;
  • Kräuterbutter – Knorr ou pasta de alho com sal.

Modo de fazer:

  • Coloque as batatas sem lavá-las mesmo numa panela com uma quantidade de água (fria) suficiente para cobrí-las;
  • Acrescente um pouco de sal;
  • Cozinhe as batatas até o ponto que estiverem bem macias, mas não de forma demasiada – senão você poderá fazer apenas purê;
  • Tire a casca das mesmas, e paralelamente;
  • Coloque em uma frigideira, sem exagerar na quantidade – manteiga ou Rama Culinesse;
  • Corte as batatas em fatias de expessura média;
  • Coloque as fatias devagar, uma por uma, na frigideira aquecida;
  • Vire as batatas, devagar, uma por uma;
  • Quando os dois lados estiverem marrons/dourados – espalhe sobre as fatias de batatas cubinhos (a quantidade vai variar de acordo com a quantidade de batatas) de Kräuterbutter da Knorr ou na falta deste preparado já pronto e muito bom fica a opção que também não é nada má da pasta de alho com sal – na qual se acrescenta mais manteiga;
  • Quando o tempero estiver derretido sobre as batatas, as mesmas devem ser, ainda quentes, servidas.

Como acompanhamento uma boa salada pré-preparada e carne com molho – os quais ficam a seu critério – as possibilidades são muitas para os não vegetarianos.

Bom apetite;

Ótimo fim de semana;

Beijos.

Share This:

Totalmente demais!

Freitag, 5. November 2010

Comemorar é necessário!

Nao sei já há quantos anos eu ouvi uma música, cujo título eu nao sei mais. Quem cantava ou ainda canta… nao tenho a mínima ideia… mas o refrao desta música, o qual intitula o meu post, ocupa agora a minha cabeca, pois traduz um pouquinho dos meus sentimentos.

Depois de uma semana bastante tumultuada e cheia de altos e baixos, na sexta-feira ou seja hoje, eu estaria envolvida em mais uma atividade na escola das minhas filhas. Para hoje a minha funcao era completamente diferente da última que vivenciei há alguns dias atrás, na qual as criancas estudaram as leis de trânsito em real situacao de tráfego. Hoje a manha na escola era de educacao artística. O pátio da escola que foi reformado, incrementado com novos equipamentos  e deveria hoje receber um toque de cor e arte. Como eu nao estava inspirada a criar nada, me prontifiquei a cozinhar, melhor, ajudar na cozinha! Eu fiquei surpresa, para nao dizer pasma quando fui informada pela diretora que eu cozinharia para a escola completa! A diretora me instruiu a simplesmente levar a nota fiscal das compras para ela, mas quanto comprar? quanto cozinhar? Haveria utensílios e equipamentos suficientes? Ela me disse com um sorriso no rosto: temos sim um fogao a ser utilizado, mas com relacao as outras questoes, ela nao me informou sobre nada… me disse que também nao sabia. Eu pensei comigo mesma: „de novo… onde você foi amarrar o seu burro“?

No dia seguinte eu telefonei para uma das  representantes de pais, na esperanca de obter mais informacoes… eu só fui informada que ela cozinharia também, porém sopa de lentilhas, enquanto que eu havia  planejado cozinhar Spaghetti à bolonhesa, já que sei que este é um dos pratos preferidos das criancas. Ela me ajudou na decisao de nao cozinhar Spaghetti pela dificuldade que as criancas têm para enrolar o macarrao no garfo. Eu optei por outro tipo de macarrao. As perguntas em sua maioria, no entanto, estavam ainda em aberto: quanto comprar? quanto cozinhar? onde cozinhar?

Eu estava determinada que cozinharia à brasileira, ou seja, com alho  e tudo o mais. Cheia de inseguranca fui às comprar ontem e emprestei umas panelas enormes de duas grandes amigas para enfrentar a manha de hoje – uma incógnita!

Bem, agora sao quase cinco horas e estou feliz da vida porque o meu desafio culinário foi um sucesso! Recebi a ajuda de algumas criancas lindas para descascar e picar os tomates, assim como ralar o queijo. O tempero de alho e sal já levei pronto daqui de casa e a quantidade (?!) – cozinhei três porcoes extras de macarrao porque 99% das criancas queriam comer a minha comida e nao sopa de lentilhas. Na última vez que eu cozinhava macarrao as criancas esperavam na fila para repeitir a porcao e enquanto esperávamos brincamos de „passar anel“. Eu  tenho que escrever: foi uma  experiência linda! Também foi fantástico ver os olhinhos da Laura e da Vic brilhando de orgulho ao verem o sucesso do meu macarrao. Tenho que registrar ainda que a surpresa dos professores e das outras maes com a aceitacao absoluta do meu cardápio foi uma sensacao maravilhosa! Viva a „integracao“!

Beijos e lindo fim de semana!

Share This:

Feijoada à la Alemanha

Mittwoch, 5. Mai 2010

Quase tão deliciosa quanto a original e você pode fazer em qualquer parte da Alemanha ou do mundo, só tem que providenciar os feijões pretos. Eu sempre trago do Brasil 1 kg e os cozinho em 4 porςões. Com a primeira porςão (250 g)faςo uma deliciosa feijoada para 6 pessoas e as outras porςões congelo para as próximas.

Ingredientes:

  • 250 g  de feijão preto
  • vários  dentes de alho socados junto com sal, faςa uma pasta desta mistura e a quantidade depende do quanto você gosta de alho, mas para a feijoada ficar com bastante sabor você vai precisar temperar bem, ou seja bastante alho…
  • 1 cabeςa média de cebola
  • 3 0u 4 folhas de louro
  • a vontade dependendo do paladar da sua família pimenta do reino e malagueta (só para os adultos, se cozinhar para crianςas deixe este ingrediente de lado)
  • 3 bons pedaςos com pouca gordura de Costeletas
  • um pedaςo de Barriga de porco (baycon), preferência mais carne que gordura
  • 1 pedaςo grande de Cabanossi (tenho que verificar se escrevi certo, acho que não – de qualquer forma se encontra em todos os supermercados e a vejo como uma boa substituta para a nossa  calabreza)
  • 2  pedaςos  de Bratwurst ( grob )

Preparo:

  • Cozinhe o feijão com bastante água, pois a água você vai usar para o caldo da feijoada
  • Faςa a pasta de alho com sal
  • Corte a cebola em pedaςos bem pequenos
  • Corte as carnes em pedaςos pequenos – as costeletas deixe os ossos inteiros com pouca carne dos lados

Modo de fazer:

  • Em uma panela grande, 1° frite os pedaςos da barriga e retire o excesso de gordura;
  • Frite um pouco as demais carnes e acrescente as cebolas e o alho com sal; pimenta do reino. Frite mais um pouco até que estejam com um aspecto meio dourado, mas não deixe secar…
  • Acrescente  uma pequena porςão de feijão, amasse um pouco com a concha esta porςão de feijão;
  • Acrescente aos poucos o restante do feijão e por último bastante da água de cozimento do mesmo;
  • Acrescente o louro – 2, 3 ou 4 folhas – conforme o gosto;
  • Em fogo baixo deixe tudo ferver e depois cozinhar junto até que o caldo esteja bem grosso (mínimo de 40 minutos) antes disso prove para verificar se está satisfeita(o) com a intensidade do tempero,

Sirva com arroz branco e uma boa salada de alface, tomate, cebolas e palmito da melhor qualidade (traga também uma lata do Brasil).

Os adultos podem acrescentar pimenta malagueta segundo o próprio paladar e antes de  servirem-se tomar  uma dose de cachaςa (preferencialmente, de Minas).

Bom apetite… nem  cachorro come, nao sobra.

Share This:

Maio – tempo de espargos

Sonntag, 2. Mai 2010

Espargos frescos sao bem saborosos e neste tempo sao encontrados em todos os supermercados, porém a sua preparacao nao  nos parece assim tao simples, o que na verdade é, depois claro, de descascarmos os respectivos.

Hoje no almoco testei uma variacao da receita que vou escrever aqui, que é realmente simples de fazer e o resultado é muito bom!

Receita da avó: espargos envoltos

Modo de fazer:

Os espargos inteiros (sem a película que os recobre/ para isso você precisa de bastante tempo e paciência), cozidos (necessitam de pouco tempo para o cozimento e o ideal para se acrescentar na hora do cozimento é apenas um pouco de manteiga, sal e umas poucas gotas de limao) e secados sobre um pano de cozinha ou papel toalha, sao temperados com outras gotinhas de  limao, um pouco de sal e pimenta do reino a gosto.

Coloca-se três ou quatro espargos sobre uma fatia de presunto serrano ou cozido e acrescenta-se a sua maionese preferida.

Enrola-se os espargos com o presunto e está pronto o prato…

O resultado é muito bom!

A variacao que hoje usei foi que ao invés de maionese (que eu esqueci de comprar) eu usei Kräuter Butter (manteiga com temperos e ervas). Eu as espalhei ainda nos espargos quentes. Ficou muito bom também!

Como acompanhamento, batatas cozidas e filés de porco, para o qual o meu molho preferido é de pimenta da Knorr.

Bom apetite!

E se você tiver alguma dúvida, escreva-me. Eu nao acho muito fácil cozinhar neste país, mas ao longo do tempo fui aprendendo algo de gostoso e fácil de fazer.

Beijos.

Share This:

„Macho-Welt“ – mundo macho

Montag, 8. März 2010

Aqui as três „meninas“ da casa, brincando juntas em hormonia com a neve e o mau tempo, esquecidas por algum tempo de toda e qualquer contradicao existente no mundo. Uma das grandes contradicoes que me perturba bastante é a concorrência entre homens e mulheres, a qual nunca levei realmente a sério nos meus tempos de Brasil, porém praticamente desde que cheguei aqui observo, ouco e sinto que homens e mulheres se colocam com muita frequência em oposicao. Algo que considero absolutamente estúpido, já que homens e mulheres existem para se completarem e nao para competirem… uma competicao meio que saudável tudo bem, afinal precisamos de desafios para a superacao de certos limites, mas por favor nada de extremismo!

Hoje lendo o Rhein-Zeitung me deparei com uma reportagem que de certa forma veio a calhar com as minhas divagacoes matutinas: „Sterne-Köchin in einer Macho-welt“ (cozinheira com estrelas num mundo machista). A reportagem é sobre uma  francesa que depois de percorrer um árduo caminho se impôs como chefe de cozinha em um restaurante 3 estrelas de muita tradicao, que herdou do pai.

Eu fiquei pasma ao ler que em todo o mundo existem apenas seis mulheres entre setenta e um homens com 3 „Michelin“ – estrelas. Nao é uma contradicao que os homens dominem um território tipicamente feminino?

Eu por minha parte estou me sentindo muito emancipada por estar podendo escrever aqui os meus textos e incluindo eu mesma fotos que faco e seleciono… uma conquista minha dos últimos tempos já que antes o computador era uma ferramenta muita estranha para mim. Infelizmente esta concepcao que a sociedade alema prega de que mulheres têm que ser totalmente independentes dos homens, para mim sempre pareceu um pouco „avessa“. Eu cresci conformada com a idéia de que os homens dominam certas áreas e as mulheres outras. No entanto, sinto cada vez mais uma inquietacao dentro de mim que me impulsiona à „libertacao“. Ainda nao quero fazer todo e qualquer servico, como as alemas que com muito orgulho fazem “ tudo“ sozinhas para se mostrarem „independentes“, mas quero muito sim poder uma vez mais sentir-me livre para tomar todas as decisoes que considerar coerentes com os meus princípios e sentimentos. Acho que aí está o valor da „independência“, ter o direito aberto e incontestável à opinar e decidir. Direito este que na minha opiniao nao pertence só aos homens, mas à nós mulheres também. Nao sei porque o mundo continua tao machista, mesmo a revolucao femina ter comecado a mais de 40 anos atrás… e o pior… nós mulheres (ou pelo menos a maioria) permitimos que os homens usem a revolucao feminina em causa própria! Ah… vale a verdade?

Beijos.

Share This: