Posts Tagged ‘Desafios de 1/2 Idade’

A vida começa aos 50

Quinta-feira, Fevereiro 4th, 2016

e o preventivo número 2.

Na verdade, hoje é um dia prá lá de divertido para a mulherada em terras germânicas. Nesta quinta (schwerdonnerstag) às 11.11 da manhã – tradicionalmente – as mulheres (carnavalescas) se reunem em grupos, saem para as ruas, invadem as prefeituras e comandam a abertura das festas de carnaval. Normalmente, nesta quinta,  as mulheres (weiberfastnacht) estão permitidas, sem  qualquer restrição ou crítica a beberem mais que o normalmente e fazerem muita festa e barulho.

Eu, particularmente, como nunca fui realmente fã de carnaval nem no Brasil, me abstenho deste excesso e encaro minha quinta de carnaval como outra qualquer. Porém, nesta quinta eu tinha um compromisso extra… muito distante de festa carnavalesca… um compromisso com a ginecologista para o preventivo 2016. Sim, eu me preocupo e procuro estar atenta à minha saúde, afinal quero ver minhas filhas adultas, realizadas, felizes.

Fui decidida para o consultório, contente por -enfim- ter encontrado por aqui uma competente e gentil médica, muito diferente do meu ex- troglodita ginecologista. No entanto, não pude conter minha “surpresa” já ao conversar  com a recepcionista que ao verificar a minha idade, ao invés de perguntar – como normalmente – quando tive “meus dias”, me questionou se eu “ainda tenho meus dias”. Achei engraçada a pergunta, que de engraçada não tem nada… uma pergunta normal do ponto de vista da moça, mas sob o meu ponto de vista completamente nova, estranha mesmo! Achei engraçado também o meu sentimento de alegria ao responder positivamente à pergunta. Enquanto esperava para ser chamada ao consultório fiquei pensando sobre o tempo, idades, fases da vida e conclui que estou totamente despreparada para o segundo 1/2 século de vida. Me sinto como se tivesse 30 anos, em toda a plenitude.

Minha segunda “surpresa” eu teria ainda envolta nos pensamentos que a pergunta da recepcionista me cravou na alma, nesta manhã de quinta de carnaval. A médica gentilmente me “lembrou” que eu agora, depois dos 50, deveria também começar com um outro preventivo – o do intestino. Eu não estava também preparada para esta “novidade”, mas pensei comigo e comentei com a médica, tentando disfarçar o mal jeito, que “prevenir é sempre melhor que remediar”. Ela me explicou o procedimento e fomos para a área de exames. Bem, para nós mulheres e mães, nada tão  drámatico. Sobrevivi bem aos exames de toques… os laboratoriais, como de praxe, demoram um pouco mais. No entanto, o fato de que os anos realmente passam ainda está difícil de digerir. Envelhecer também é uma árdua tarefa!

Beijos de

amor e solidariedade ♠

um ano letivo prá lá de especial!

Quinta-feira, Junho 25th, 2015

Foto1Sim estamos apenas em junho – no Brasil  impossível se pensar em fim de ano letivo, mas em terras germânicas estamos na reta final do ano letivo 2014/15. Um ano  prá lá de pesado e decisivo não apenas para minhas filhas, mas prá mim também. Quase morri de preocupação, não apenas pelo desempenho das crianças na escola, mas sobretudo pelo meu próprio. Afinal, sentar de novo em uma cadeira de escola depois de anos, num país com um idioma e cultura tão diferentes do meu próprio não é nada engraçado!

Não gostaria de reclamar das minhas dificuldades agora! Me sinto até mesmo privilegiada por ter esta chance na vida. Paralelo a teoria, tenho aprendido diretamente em prática tanto e tanto sobre pessoas com deficiências, personalidades e histórias diferentes, únicas!

No entanto, mesmo com certa dor na consciência me permito choramingar um pouco pelo o quanto estou cansada física, emocional, psicologicamente! Nestes últimos dias eu simplesmente não consigo raciocinar mais… Fico feliz da vida quando posso executar apenas atividades simples e mecânicas. Não estou me permitindo longas reflexões com receio de ter uma pane. Escrever mais um em alemão me causa, no momento, pânico!

Por isso estou muito feliz por estar escrevendo em português em plena sala de aula, pois já entreguei o último trabalho para nota há duas horas.

Já sei que minhas notas não estão espetaculares, mas relativamente boas. Tenho a impressão que as professoras estão otimistas em relação a mim para  o segundo ano. Minha nota na prática ainda vou ver, mas receber  feedback positivo regularmente dos nossos clientes me anima a ir para o trabalho com satisfação todos os dias, apesar do cansaço.

Agora a ótima notícia é que tenho férias no fim de julho  e estamos nos preparando para voar para a África! Outra espécie de aventura, com cerveja… Ah, com certeza, quis dizer!

 

Beijos!