Posts Tagged ‘homem’

Hoje é o dia internacional do homem!

Quarta-feira, Novembro 3rd, 2010

Vic e Laura em Gimp - detalhes técnicos que um anjo masculino me ensinou.

Claro que o primeiro representante do sexo masculino que recebeu os meus comprimentos foi meu marido, enquanto sentava-se à mesa para tomar o seu café da manha, o qual eu já havia preparado. Este é dos rituais que mais o agrada: sair da cama e se deparar com uma cozinha aconchegante e cheirando a café. Foi muito engracado ver a sua cara de espanto! Ele me disse meio sem graca: ahn? gibt es so was? Ou seja: “existe algo assim?”

Sim, é verdade! Hoje é o dia internacional do homem! Viva o sexo forte! Eu tenho que parabenizá-los e registrar aqui que admiro muito o sexo masculino. Acho fantástico o como a maioria deles consegue se interagir com tanta eficiência e rapidez com elementos técnicos, precisos. A capacidade de orientacao masculina também me fascina. Quanto a estacionar, entao, tenho que admitir… eles sao muito melhores que nós mulheres.

Eu poderia relacionar aqui outra série de competências típicas do sexo masculino –  as quais eu admiro muito! No entanto, a data também é uma oportunidade para se refletir sobre o novo papel da figura masculina no contexto social. Fato é que desde os movimentos feministas da década de 70, os homens vêm perdendo espaco entre nós. Na sua maioria, as mulheres estao cada vez mais seguras do que querem para si mesmas e buscam, incansavelmente, as ferramentas para atingirem as suas metas, entre as quais está a independência financeira, além do que muitos tabus que acercavam as mulheres, ao menos no mundo ocidental, já estao ultrapassados – nao somos mais o sexo frágil. No entanto, o grande problema é que os homens nao superaram ainda muitos dos tabus que supostamente caracterizam o “ser homem de verdade” – eles ainda têm medo dos sentimentos, eles se motivam rapidamente à concorrência, errar e fracassar pode ser para muitos o fim da linha. A rudeza com que eles mesmos se tratam os colocam, segundo recentes estastísticas (na Alemanha), em posicao de desvantagem com relacao às mulheres:

  • 6 entre cada 10 homens têm tendência à obesidade – entre as mulheres: 4;
  • A expectativa de vida masculina é 77,1 anos –  enquanto que das mulheres é de 82,4;
  • Os homens sofrem mais frequentemente infarto do coracao;
  • Sao portadores em maior número de câncer de pulmao e diabetes;
  • 63,7 % mais rapazes que meninas, concluem sua fase escolar sem a aquisicao de um lugar para se profissionalizar;
  • A grande maioria das meninas planejam investir em uma carreira, porém pretendem também constituir uma família com um parceiro com chances e pretensoes semelhantes as delas próprias;
  • O mesmo número de rapazes afirmam que nao se imaginam vivendo com uma mulher emancipada (!) o que pressupoe dificuldades maiores para relacionamentos duradouros e de qualidade. A consequência é uma taxa menor ainda de nascimentos.

A realidade dos números nao é absolutamente confortável para o sexo forte, que ao ver vem tornando-se o sexo frágil – pobres meninos! Porém é muito importante que nós mulheres nao percamos o foco real e atentemos para os seguintes aspectos:

  • Precisamos ajudar os  “meninos” a cuidarem melhor de si mesmos para manterem-se saudáveis, afinal precisamos sim deles!
  • O mundo ainda é administrado por figuras masculinas. Nós, mulheres ainda temos um longo caminho a percorrer até obtermos auto-confianca suficiente para ousarmos mais e assumirmos posicoes de lideranca.

Concluindo, para mim resta apenas a esperanca  de que homens e mulheres estejam mais maleáveis e receptivos a aprender um com o outro, senao o que nos resta?