Posts Tagged ‘Paulo Coelho’

Nachdenken/Reflexão

Quarta-feira, Abril 12th, 2017

“Wir sind nicht das, was die Leute von uns erwarten, oder so wie sie sich uns wünschen. Wir sind, wer wir zu sein beschlossen haben. Den anderen die Schuld zu geben ist immer einfach. Damit kannst du dein ganzes Leben zubringen, aber letztlich bist du  allein für deine Erfolge oder deine Neiderlagen verantwortlich.”

“Nós não somos o que as pessoas esperam ou desejam que sejamos. Nós somos o que nós póprios decidimos ser. Culpar os outros é sempre muito simples.Com isso você pode se ocupar a sua vida inteira, mas no final você é responsável pelo seu sucesso ou fracasso.”

Coisas de mãe

Domingo, Maio 8th, 2011

Doces, Anjos, Motivaςão...

O sol se pôs agora pouco, mas a noite ainda não caiu apesar de que são  já quase 21 horas. Estes são os dias longos da primavera-verão que amo neste país. A luz perdura por horas, nos proporcionando a possibilidade de nos reabastecermos da energia do verde, do sol e  das cores que enfim nos rodeiam depois de mais um inverno que parecia não ter fim. Ontem estive lavando a sacada que em breve estará decorada com flores. Todos nós aqui em casa vibramos quando podemos fazer um pequeno churrasco ali e observar o pôr do sol. É uma experiência fascinante…

Hoje foi também o dia das mães. Eu gostaria muito de ter tido como presente a oportunidade de não fazer nada. Quem sabe ainda no futuro? O dia foi cansativo considerando que meu marido e minhas filhas se preocuparam (teoricamente)  muito em me demonstrar que o dia era especial, porém  exeto  Vic que realmente saiu da cama às 7 hs e preparou sozinha a mesa do café, o meu príncipe e minha princesa maior não tiveram qualquer trabalho extra comigo. O resultado é que estou cansada agora e gostaria apenas de ver um programa inútil de TV. Vou fazer isto agora mesmo… afinal amanhã é segunda, a semana será dura e no próximo fim de semana estarei em grandes dificuldades. No entanto, pensando na minha mãe, que foi um doce de mãe e agora é um anjinho lindo que voa através de tempos e dimensões, gostaria de compartilhar um texto que foi traduzido por Paulo Coelho, porém a autoria apesar de pesquisar nao encontrei. Assim que o li, pensei direto na minha mãe, da qual sinto muitas saudades…

“Quando você pensou que eu não estava olhando

Quando você pensava que eu não estava olhando você pendurou minha primeira pintura na geladeira
E eu queria pintar o outro.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você alimentou um gato de rua

E eu pensei que era bom ser gentil com os animais

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você fez um bolo de aniversário só para mim

E eu sabia que coisas pequenas eram as coisas especiais.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você disse uma oração

E eu acreditava que havia um Deus com o qual eu podia sempre conversar.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você me deu um beijo de boa noite

E eu me senti amado.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Eu vi lágrimas em seus olhos

E eu aprendi que às vezes coisas nos machucam-

Mas  está tudo certo se eu chorar.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você sorriu

E isso me fez querer olhar  bonito também.

Quando você pensava que eu não estava olhando

Você se importou

E eu queria ser tudo o que eu poderia ser.

Quando você pensava que eu não estava olhando,

Eu olhei. . . . .

E queria dizer obrigado

Para todas aquelas coisas que você fez

Quando você pensava que eu não estava olhando.”

Beijos e linda semana!


Escute seu coração…

Terça-feira, Abril 27th, 2010

Eco fazenda Sta Branca, entre Goiânia e Anápolis

Você não é aquilo que parece nos momentos de tristeza.

Você é muito mais que isso. Escute seu coração.
Lembre-se das suas pequenas lutas travadas.
Você sobreviveu!
Só isso já é motivo de orgulho.
Enquanto muitos partiram por razões que nunca compreendemos.
Você continua aqui.
Por que Deus levou pessoas tao incríveis, e deixou você?
Simplesmente porque sua vida ainda tem sentido.
Mesmo que não seja claro para você.
Neste momento, milhões de pessoas já desistiram.
Elas não mais se aborrecem, nem choram,
apenas esperam o tempo passar.
Você, porém, se está triste, se ainda tem esta capacidade,
é porque sua alma continua viva.
E se sua alma vive, o Paraíso é possível.
Paulo Coelho.
Achei tão tocante este texto que resolvi compartilhar com vocês,  num momento que
estou tentando escutar meu coração…
Beijos.