Posts Tagged ‘receita’

Bolo de Refrigerante

Quarta-feira, Junho 17th, 2015

É verdade que dos meus entraves no dia-a-dia não gosto de escrever, afinal todos nós os temos e pessoas que reclamam o tempo todo, literalmente, “enchem o saco” nos aborrecem! Assim, resolvi publicar um post hoje numa categoria, na qual há muito tempo não publico, ou seja na categoria –  “Cozinha” – não que eu não esteja todos os dias nela, mas -justamente por isso – o tema não me inspira muito. Bem, “falando” sobre cozinha, atualidades e sucesso, hoje tive um dia estupendo no trabalho ao contrário de ontem, que foi uma merda bem desagradável! E o absurdo é que por uma simples receita de bolo recebi altos elogios e me senti quase que nas nuvens! Por isso estou contente até pela perspectiva de um fim de semana livre, sem contar a companhia de um bom vinho branco regional, mas sobretudo por esta  receita deste bolo tão simples e que provocou sensação entre meus clientes e colegas de trabalho, a qual compartilho com vocês:

Ingredientes:https://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/thumb/d/dc/FantaLogo.svg/200px-FantaLogo.svg.png

02 xícaras de açúcar

03 xícaras de trigo

04  ovos

01 pitada de sal

01 xícara de óleo

01 xícara de fanta

01 pacotinho de açúcar de vanilha (08 gramas)

01 pacotinho de pó royal  (15 gramas)

 

Modo de fazer

Bater muito bem todos os ingredientes.

Despejar a massa numa forma untada.

Assar ca 40-45 minutos em temperatura 180°.

 

Sucesso

e bom apetite!

 

Beijos!

 

 

 

Delícia de Waffeln

Domingo, Novembro 4th, 2012

Uhmm! Irresistivelmente bem acompanhada!

Estou aqui na maior batalha dividida entre pessoas, responsabilidades, projetos, futuros projetos, sonhos e anseios… nem conto!

Por fim minhas duas estão na cama sonhando ou tendo pesadelos com a escola e os colegas de classe, o que me permite, sem dor na consciência sentar-me aqui e publicar um novo post, o qual tenho ensaiado em escrever há tempos, mas o dia-a-dia normalmente pesado tornou-se muito mais difícil nas duas últimas semanas, pois além de me dividir com as crianςas, casa e minhas próprias atividades me vi na obrigaςão de atender ou tentar (doce ilusão!) atender as aspiraςões do marido (de férias) em seu novo conceito para o nosso jardim, o qual no momento encontra-se digamos nada atrativo – monte de terra de um lado, monte de pedras do outro… Fato é que logicamente correndo de um lado para o outro e tentando agradar  a gregos e troianos chegamos a ter um desempenho medíocre em todas as atividades. Nestas duas últimas semanas eu batalhei muito para atender a todas as expectativas, inclusive as minhas, mas nem sempre foi possível, infelizmente! No entanto a vida tem me ensinado a não me deixar devorar pela ansiedade, senão a viver um dia após o outro tentando aproveitar o máximo dos “Encantos e Desencantos”. Assim na última sexta eu estava tomando o segundo café da manhã com amigas, tentando esquecer as outras  obrigaςões pendentes e menos urgentes. E aqui estou eu enfim, no domingo a noite, para compartilhar com vocês uma receita deliciosa que já testei inúmeras vezes, mas que há alguns dias  sei que incrementá-la pode torná-la apaixonante. Hoje a tarde me dediquei a agradar os meus três adocicando a nossa tarde com esta receita, a qual vale a pena testar:

Ingredientes  para aproximadamente 9 Waffeln

  • 125 g de margarina
  • 80g de aςúcar
  • 1 pacotinho de aςúcar de vanilha
  • 3 ovos
  • 250 g de farinha de trigo
  • 1/2 colher de café de pó Royal
  • 1/4 l de leite
  • Algumas gotas de rum (conforme gosto)

Ingredientes para o acompanhamento:

  • Aςúcar em pó (apenas decorar)
  • Creme schantilly
  • Sorvete de vanilha
  • Cerejas azedas

Modo de fazer:

  • Preparar o creme schantilly (aqui na Alemanha eu bato com a batedeira o Schalag Sahne, o qual deve estar antes gelado. Após testar a sua consistência, acrescentar um pouco de aςúcar e bater um pouco novamente) e reservá-lo na geladeira.
  • Colocar as cerejas em fogo mínimo para aquecer.

Preparo da massa:

  • Separar as claras e gemas dos ovos
  • Bater as claras em neve (reservar)
  • Bater a margarina, aςúcar e aςúcar de vanilha bater até ficarem cremosos
  • Acrescentar as gemas
  • Bater a massa até que o aςúcar esteja todo dissolvido
  • Acrescentar  devagar o leite e a farinha de trigo
  • Bater toda a massa até o ponto máximo de cremosidade
  • Acrescentar as claras em neve
  • Bater novamente
  • Acrescentar as gotas de rum

Assar

Logicamente em pequenas porςões em forma apropriada,

Servi-las

  • Muito bem  acompanhadas de pó de aςúcar como decoraςão, inclusive nas bordas do prato,
  • Algumas cerejas mornas
  • Uma pequena porςão de creme Schantilly
  • Uma pequena porςão de sorvete de vanilha

Bom apetite!

Ótima pausa para um café muito especial!

Beijos e linda semana!

Frango (imperdível) xadrez

Sábado, Março 10th, 2012

Guten Apetit!

Como estou praticamente recuperada do meu resfriado, me sinto de novo bastante  animada e resolvi hoje  ressuscitar no meu blog a  categoria: “Na cozinha”. Ontem estive pensando num frango delicioso que aprendi a preparar no Brasil com uma grande amiga. A amiga, infelizmente, com o passar dos anos sumiu do mapa, mas a receita ficou no meu magnífico caderno  velho de super receitas. O frango xadrez é uma sugestão gostosa leve e saudável.

Ingredientes (4 pessoas) – primeira parte:

2 peitos de frango

1 pimentão verde

1 pimentão vermelho

1 cebola pequena

2 cenouras pequenas

1 punhado de vagem

1 couve flor (pequena)

Modo de fazer:

  • Cortar todos os ingredientes em cubinhos;
  • Cozinhar todos os legumes (reservar);
  • fritar o frango na manteiga (reservar);
  • Passar na manteiga (utilizada anteriormente para o frango) todos os legumes/por último a cebola (reservar);

Ingredientes – segunda parte:

O molho

  1. Choio (uma medida)- molho de soja
  2. Água (duas medidas)

Observaςão: para cada medida de choio – duas medidas de água.

3. 1 colher de sobremesa de mel

4. 1 colher de óleo de gergelim (girasol)

5. 1 colher de maizena (dissolvida)

Observaςão: na Alemanha, o substituto da Maizena é o  Mondamin

Modo de fazer:

  • Colocar todos os ingredientes em uma panela;
  • Levar ao fogo;
  • Despejar o molho sobre os legumes;
  • Assim que o molho demonstrar a consistência desejada, transferir para uma travessa funda e servir ainda quente com aquele arroz leve e solto…

Bom apetite!

Beijos e lindo fim de semana!

Casamento e humor

Quarta-feira, Setembro 21st, 2011

Ria... se puder!

No meio do turbilhão de novidades positivas e negativas que me atormentam no momento e sem tempo para escrever sobre elas, optei por compartilhar com vocês uma receita para “um casamento duradouro” que a Claudia me enviou.

Assunto: RECEITA PARA UM CASAL NUNCA BRIGAR
Um casal foi entrevistado num programa de TV porque estava casado há 50 anos e nunca tinha discutido.
O repórter, curioso, pergunta ao homem:
– Mas vocês nunca discutiram mesmo?
– Não.
– Como é possível isso acontecer?
– Bem, quando nos casamos, a minha esposa tinha uma Gatinha de
estimação que amava muito.
Era a criatura que ela mais amava na vida. No dia do nosso casamento,
fomos para a lua-de-mel e minha esposa  fez questão de levar a
gatinha. Andamos, passeamos, nos divertimos e a gatinha sempre
conosco.

Um certo dia a gatinha mordeu minha esposa.
A minha esposa olhou bem para a gatinha e disse:
– Um.
Algum tempo depois a danada da gatinha mordeu minha esposa novamente.
A minha esposa olhou para a gatinha e disse:
– Dois.
Na terceira vez que a gatinha mordeu minha esposa, ela sacou ‘um 38’ e
deu uns cinco tiros na cabeça da gatinha.
Eu fiquei apavorado e perguntei:
– ‘Sua ignorante, desalmada, maluca, porque você fez uma coisa dessas?’
A minha esposa olhou bem para mim e disse:
– Um.
Depois disso…, nós nunca mais discutimos.

Beijos e por favor, nao leve a sério – é só uma brincadeirinha…

Tortinhas Ulli (muito especiais!)

Domingo, Julho 24th, 2011

Com pitadas extras de carinho - sucesso garantido!

Mais um domingo chuvoso e frio, apesar de estarmos em pleno verao. Infelizmente este é mais um verao alemao que nos deixa apenas com saudade de dias quentes e lindos! Procuro pensar que reclamar nao vai mudar nada a nao ser me proporcionar certo mal humor. Penso que talvez vamos experimentar um outono lindíssimo! Já sinto medo do frio, da neve e do gelo, porém nao posso mudar nada a nao ser tentar proporcionar a mim, minha família e amigos alguns momentos agradáveis em ambientes fechados. Na última semana, fomos pela primeira vez em uma piscina com águas realmente quentes, estava tao confortável que nem eu tinha vontade de voltar para casa, as criancas só saíram da água quando se lembraram que tínhamos chocolocate e Gummibärchen no carro e claro com a promessa que  lá voltaríamos já na próxima semana…

Antes de ontem tive o prazer de receber duas amigas aqui em casa. Amigas muito especiais porque além de ser lindas pessoas sao duas das minhas “Testemunhas do Tempo”, as quais relataram para mim alguns momentos de suas vidas enquanto eram cidadãs de uma Berlim oriental (Ulli) e Sachen (Christiane) Socialistas. Para a minha sorte mantemos uma relacao muito bacana e nesta semana pudemos de novo “jogar conversa fora” sobre a ex- Alemanha socialista, a atual Alemanha capitalista e muitos outros temas mais… wir quatschen gerne miteinander (tagarelamos com prazer umas com as outras). Entre todos os assuntos imagináveis ou nao que surgem num pequeno círculo feminino, Ulli nos ensinou a fazer tortinhas com base numa receita muito simples e eficiente. Para o nosso encontro ela se propôs a trazer o bolo para o café da tarde, mas como tínhamos aqui também a presenca deliciosa de 4 criancas ela resolveu trazer as tortinhas, pois sabemos que as criancas gostam muito deste tipo de guloseima. As tortinhas de Ulli fizeram tanto sucesso pois estavam realmente muito gostosas – a massa muito mais macia e saborosa que as tortas comuns – que pedi a receita. Ulli escreveu para mim em poucas palavras o segredo de suas tortinhas, as quais compartilho abaixo:

Ingredientes:

  • Pesar uma quantia x de ovos (depende de quantas tortas você planeja assar) – ex.: 250 g
  • Entao você precisará de 250 g de acúcar
  • 1 pacotinho de acúcar de Vanille
  • 250 g de margarina ou manteiga
  • 250 g de farinha de trigo
  • Leite conforme a necessidade para uma massa nao consistente

Modo de fazer:

Os ingredientes deverao ser misturados e batidos por muito tempo, até a massa estar realmente levíssima (extrem schaumig) – segundo Ulli aí está o segredo de suas massas – bater mais do que bem!

A massa espalhada em forminhas deve ser assada em forno 150-160° (Umluft);

Como cobertura Ulli misturou simplesmente gotas de limao com acúcar e pincelou algumas tortinhas. Em outras ela simplesmente peneirou acúcar em pó.

Para tortinhas marrons ela misturou em parte da massa chocolate em pó.

Ontem Christiane experimentou a receita e me disse que realmente é um sucesso e por sua própria conta acrescentou em parte de sua massa ao invés de chocolate em pó – duas colheres de Nutela.

Beijos,

Ótimo domingo, com bom ou mau tempo!

Acém com molho ou Gulasch à Itajubá

Sábado, Julho 9th, 2011

História e Charme.

Ainda relembrando Itajubá, gostaria de compartilhar uma receita ótima que a Cláudia – linda pessoa! – dividiu comigo e com minhas ex-colegas de SRE. No Brasil experimentei a receita várias vezes e comprovei que é realmente um sucesso e muito fácil de fazer. Aqui na Alemanha cozinho frequentemente Gulasch, o qual me lembra muito esta receita deliciosa.

Ingredientes:

01 Kg de acém picado (em toletes)

01 lata de pomarola (tradicional)

01 copo de água

01 lata de karacu

01 pacote de creme de cebola (dissolvido em um copo d’água)

Tempero (pouco considerando que o creme de cebola e pomarola já sao temperados)

Modo de fazer:

Colocar todos os ingredientes na panela de pressao e cozinhar por cerca de 1 hora.

Sirva com arroz branco ou Spaghetti.

Bom apetite!

Beijos e lindo fim de semana!

Atencao! Picante!

Quinta-feira, Março 24th, 2011

Uma breve  sugestao de cardápio para o fim de semana, o qual eu mesma vou experimentar pela primeira vez. Já tenho água na boca!

Chili-Frikallen  (Pimenta vermelha-Almôndegas) com  salada de macarrao e camarao:

Ingredientes (ca 4 pessoas):

  • 200 g Farfalle (macarrao formato borboleta);
  • 1 abacate macio (no ponto);
  • 2 cebolas verdes (Frühlingszwiebel)
  • 250 g tomatinhos ou o próprio legume preferido
  • 4 colheres (sopa) de óleo de oliva
  • 4 colheres (sopa) de vinagre branco (opcional)
  • 2 colheres (sopa) de maionese
  • 1 colher (café) de Ketchup
  • 1 pitada mínima de pimentao em pó
  • pimenta do reino (a gosto)
  • 200 g de camaroes pré-preparados
  • Limao

Mode de fazer:

  • Em água fervente, com uma pitada de sal e duas gotinhas de óleo ou um  pouquinho de manteiga – Cozinhar o macarrao “al dente”/colocá-los para escorrer;
  • Partir o abate ao meio, após retirar o caroco e casca – cortá-lo em pequenos cubos  e imediatamente misturá-los com um pouco de suco de limao;
  • Lavar e cortar em pequenos círculos as cebolas;
  • Lavar e cortar ao meio os tomates ou acrescentar outro legume como por exemplo ervilhas;
  • Misturar o óleo, vinagre (opcional), maionese, ketchup e o pó de pimentao – acrescentar sal e pimenta conforme o gosto;
  • Misturar os camaroes (depois de secá-los) com o abacate, suco de limao, cebola e tomates e despejá-los sobre o macarrao;
  • Colocá-los na geladeira até o momento de serví-los.

Chili (pimenta vermelha)-Frikadellen (Almôndegas):

Ingredientes:

  • 1 pao francês do dia anterior
  • 1 cebola
  • 1 dente de alho ou mais – conforme o gosto (amassá-los bem, juntar um pouco de sal – formar uma pasta);
  • 1 pimenta vermelha (ou mais, conforme o paladar)
  • 5 ou mais galhinhos de Thymian (tomilho) – penso que seja opcional, nao me lembro deste ingrediente no Brasil
  • 400 g de carne moída mista
  • 2 ovos
  • sal, pimenta do reino
  • 1/2 colher de pó- de -pimenta (ligeiramente doce)- opcional
  • 1/2 colher de mostarda (pouco picante)
  • Schweine-Schmalz ou Manteiga ou ainda óleo – para fritar as almôndegas (Frikadellen).

Modo de fazer:

  • Colocar o pao amanhecido na água para amaciá-lo;
  • Cortar em porcoes muito pequenas o alho ( ou mesmo socá-lo) e a cebola;
  • lavar e cortar em pequenas fatias a pimenta vermelha;
  • Lavar os tomilhos e retilhar as folhinhas dos galhos;
  • Misurar muito bem a carne, a cebola, o alho, a pimenta vermelha e o tomilho;
  • Bater os ovos e acrescentar o pao em migalhas, após logicamente ter tirado o excesso de água do mesmo;
  • Juntá-los a carne;
  • Com sal, pimenta do reino, pó de pimentao, mostarda – temperar a carne e amassar tudo muito bem;
  • Com as maos molhadas formar 8 a 10 almôndegas formato médio;
  • Frite as almôndegas em manteiga nao muito quente, assim os dois lados estarao ligeiramente marrons e o interior cozido.

Sirva as almondêgas quentes ou frias com a salada de macarrao.

Bom apetite!

Ps. Um pouco de criatividade para adptar a sugestao ao paladar próprio será um desafio, assim como a inclusao ou nao de alguns ingredientes nao tao populares fora da Alemanha.

Beijos.

Infos adicionais: testei ontem a receita e totalmente insatisfeita nao fiquei, porém já fiz algumas alteracoes na receita original e ainda aconselho para pessoas que gostam realmente de “picante” o acréscimo de mais pimenta e Chile. Também para obter mais sabor, acrescentar mais alho e ao invés de abacate para aqueles que nao sao realmente fas desta fruta a nossa maionese com pouca gordura ( na Alemanha a minha preferida e imbatível é a Miracle Whip) também ao invés de tomate – ervilhas e ou batatas (cozidas em pequenos cubos). No mais, vale a pena experimentar uma outra variacao de Frikadelle, cuja traducao que encontrei foi Almôndega, porém o formato e maneira de cozinhar sao um pouco diferentes – ao menos os que eu conheco.

Batata à moda alema, sob inspiraςão brasileira

Sexta-feira, Fevereiro 25th, 2011

"Viver e não ter a vergonha de ser feliz..."

Bratkartoffel ou batata assada/frita – um dos meus pratos preferidos desde que vivo em terras germânicas, se bem que no Brasil eu já era uma grande fã deste legume delicioso e super versátil.

De verdade, eu gostaria de compartilhar minhas últimas preocupaςões nesta manha cinza, mas estou sem inspiraςão para escrever sobre temas sérios. Assim, me despedindo por esta semana, pois o fim de semana será super movimentado com a sequência da programaςão de carnaval.                                                                                                                                            Eu nunca me empolguei muito com o carnaval, porém no meio deste inverno horrível e interminável ficamos felizes pela descontraςão que ele representa, além do que Laura e Vic que sempre curtiram o carnaval. Este ano estão ainda mais empolgadas por fazerem parte do grupo “Marienchengarde” ou “Funkenmarienchen” – acho que um sonho para qualquer menina que gosta de danςar. Eu fico feliz pela alegria e pelo orgulho que vejo nos olhos delas ao se vestirem com os trajes típicos e repetirem pela centésima vez a coreografia que durante muitas e muitas semanas ensaiaram.

Bem, eu gostaria sim hoje de compartilhar uma dica de cozinha – quem sabe para o fim de semana?

A dica é muito simples e deliciosa. Eu levei um tempo para conseguir fazer uma batata que agrada a todos nós aqui em casa, mas nos últimos tempos há briga para uma porcao maior de batata  à  moda alema, porém com inspiracao brasileira.

Ingredientes:

  • Batatas na quantidade desejada, dependendo do número e apetite dos integrantes da família. Importante: segundo a minha experiência a batata fresca, inclusive com terra é a mais saborosa. Aqui na região eu compro estas batatas na rede REWE;
  • Sal;
  • Manteiga ou por aqui Rama Culinesse;
  • Kräuterbutter – Knorr ou pasta de alho com sal.

Modo de fazer:

  • Coloque as batatas sem lavá-las mesmo numa panela com uma quantidade de água (fria) suficiente para cobrí-las;
  • Acrescente um pouco de sal;
  • Cozinhe as batatas até o ponto que estiverem bem macias, mas não de forma demasiada – senão você poderá fazer apenas purê;
  • Tire a casca das mesmas, e paralelamente;
  • Coloque em uma frigideira, sem exagerar na quantidade – manteiga ou Rama Culinesse;
  • Corte as batatas em fatias de expessura média;
  • Coloque as fatias devagar, uma por uma, na frigideira aquecida;
  • Vire as batatas, devagar, uma por uma;
  • Quando os dois lados estiverem marrons/dourados – espalhe sobre as fatias de batatas cubinhos (a quantidade vai variar de acordo com a quantidade de batatas) de Kräuterbutter da Knorr ou na falta deste preparado já pronto e muito bom fica a opção que também não é nada má da pasta de alho com sal – na qual se acrescenta mais manteiga;
  • Quando o tempero estiver derretido sobre as batatas, as mesmas devem ser, ainda quentes, servidas.

Como acompanhamento uma boa salada pré-preparada e carne com molho – os quais ficam a seu critério – as possibilidades são muitas para os não vegetarianos.

Bom apetite;

Ótimo fim de semana;

Beijos.

Pfannkuchen – bolo de frigideira

Quinta-feira, Janeiro 13th, 2011

Há diferentes formas de demonstrarmos os nossos mais sinceros sentimentos.

Admito que soa muito esquisita esta expressão – “bolo de frigideira”, mas este é o nome de um dos pratos preferidos da Laura. Normalmente, nas quartas-feiras ela chega da escola – meio que perguntando e afirmando:
_ Kochst du (você cozinha ?) Pfannkuchen, né mama?
Eu respondo em português, como sempre. Só falo em português com Laura e Vic, mas elas automaticamente em alemão comigo… não é o ideal, mas ainda estou satisfeita com o fato de que quando estamos no Brasil não preciso traduzir nada e ao mesmo tempo elas tentam por elas mesmas se comunicarem num português meio capenga, mas eficiente.
_ O que você acha Lauri ?
Ela sorri apenas, pois antes já sentiu o cheiro espalhado pela casa e esticou os olhos para dentro da frigideira.
Não me lembro que minha mãe subsitituia um bom almoço (arroz, feijao, verdura, carne ou ovos) por um prato doce, mas aqui na Alemanha isto é comum. Resisti um tempo para oferecer como almoço “bolo-de-frigideira” para minhas filhas, mas Laura insistiu tanto na questão que cedi e ela fica feliz da vida por poder comer uma vez por semana bolo-de-frigideira com calda de chocolate ou Puder Zucker (pó-de-acúcar). A receita que já memorizei e considero muito simples e boa é a seguinte:

Ingredientes:

  • 3 ovos
  • 250 ml de leite
  • 125 g de trigo
  • 1/2 colher de chá de pó-Royal
  • Açúcar a gosto

Modo de fazer:

  • Coloque o leite em uma vasilha com certa profundidade;
  • Acrescente o trigo;
  • Bata com a batedeira até que o trigo esteja completamente dissolvido no leite;
  • Acrescente um ovo – bata por segundos a massa e assim sucessivamente;
  • Acrescente acúcar ;
  • Bata a massa que é realmente meio que líquida;
  • Acrescente o pó-royal e bata apenas por segundos a massa;
  • Enquanto a massa descansa um pouco, coloque a frigideira para aquecer com um pouquinho de óleo ou manteiga, melhor ainda Rama Culinesse;
  • Sem que a frigideira esteja muito quente, despeje uma quantidade razoável de massa para cobrir toda a frigideira, mas sem se tornar uma camada muito grossa;
  • Aguarde até observar que a parte que está em contato com a frigideira não está mais totalmente líquida;
  • Vire a massa;
  • Quando os dois lados da massa estiverem “levemente marrons” está pronto o 1° bolo , que pode então ser servido e deve ser comido ainda quente.

Observações:

  • Com esta porção de massa preparada, se for usada uma frigideira grande, obtêm-se 4 ou 5 bolos. Eu uso uma pequena frigideira que é exclusiva para bolo-de-frigideira  e obtenho 7, 8 porções;
  • Este prato pode ser oferecido também como sobremesa, sem exagero na quantidade;
  • Quem está administrando o fogão, dificilmente pode sentar-se a mesa e comer ao mesmo tempo que as outras pessoas, pois tem-se que ficar de olho na massa que deve/e ou pode ser virada “no ar”, porém melhor quando se tem certa prática, então é até divertido!

Beijos

Dicas e truques…

Quarta-feira, Dezembro 1st, 2010

Inovar na decoracao pode ser uma boa terapia

Desde ontem tenho bancado a auto-didata para instalar novidades no meu blog. Posso e tenho que desabafar: trágico! Tenho  tentado ler dicas de como – por exemplo – criar o meu próprio gravatar (imagem personalizada na Web), porém antes de chegar a qualquer informacao clara e objetiva me deparo com mil chamadas de propagandas dos mais diferentes produtos existentes no mercado…  Que canseira! Que poluicao visual!

Desisti! Joguei a toalha! Sou um fracasso na arte de manipular ferramentas técnicas. Me sinto motivada a publicar duas informacoes que me ajudam “de verdade” a facilitar a minha vida enquanto mae e dona de casa. Sao dicas que amenizam um pouco os custos e o stress que, mesmo contra a nossa vontade, nos ataca no fim de ano em funcao dos rituais e tradicoes que envolvem as festas natalinas.

A primeira dica é sobre decoracao:

Este ano eu nao tive coragem de pagar para obter rodelas de frutas (laranja, maca e limao) secas que fazem parte,  normalmente, da decoracao. Experimentei e o resultado foi ótimo. Há cerca de 4 ou até mesmo 5 semanas atrás cortei as frutas em rodelas nao muito finas ou grossas. Por alguns dias espalhei as rodelas diretamente sobre o aquecedor (Heizung) e a cada dia trocava o lado que receberia diretamente o calor. Depois, simplesmente, por vários dias eu as deixei em uma bandeja próxima ao mesmo. O efeito me agradou bastante principalmente o da laranja e limao  – ficaram até mais lindas que as compradas.

A segunda dica se refere às bolachinhas:

Logicamente é muito mais simples passar em um supermercado ou padaria e comprá-las, mas quando se tem criancas nao se pode tirar o prazer delas ao nos ajudarem a fazer em casa as próprias bolachas, além do que é muito gostoso o cheiro que se espalha pela casa quando as mesmas estao sendo assadas. O ambiente fica por algumas horas impregnado de mais calor e aconchego  com  o cheiro da bolacha  misturado ao do cipreste, o qual me faz recordar a minha infância e o encanto de ajudar minha mae na organizacao do nosso presépio, cuja cobertura era de cipreste.  Era um tremendo fascínio para mim participar na montagem do presépio que na minha opiniao era um dos mais lindos do mundo!

Bem, já há três anos utilizo as mesmas receitas para as nossas bolochas e a mais simples (Edeles Sprittzgebäck) e gostosa é a seguinte:

Ingredientes para cerca de 8 porcoes:

  • 800 g de trigo
  • 400 g de manteiga
  • 400 g de acúcar
  • 0,8 Pck de pó Royal (Backpulver) ou seja ca 50g
  • 3 ovos médios
  • aroma de limao (Zitronenaroma) – algumas gotas conforme o gosto
  • 1 pacotinho de acúcar de baunilha ou seja ca 60 g

Algo de cobertura:

  • Chocolate branco
  • Chocolate escuro

Preparacao:

  • Bata a manteiga, acúcar e ovos até ficarem bem cremosos. Acrescente entao o acúcar de baunilha, pó royal e trigo. Amasse bem até a massa ficar totalmente homogênea.
  • Coloque a massa por uma hora, na geladeira, para descancar.
  • Prepare o espaco onde serao assadas as bolachas, necessitando apenas papel manteiga sobre o mesmo.
  • Passe  a massa pela máquina de moer carne (que deve ser usada exclusivamente para as bolachas), utilizando os acessórios para “Spritzgebäck”.
  • Coloque devagar e espalhe as bolachinhas sobre o papel manteiga.
  • Para assar as bolachas você nao precisará mais de 15 minuntos em forno a 180°.
  • Deixe as mesmas esfriarem.
  • Em banho maria derreta o chocolate.
  • Decore as bolachinhas com o chocolate derretido de acordo com a sua criatividade de todos envolvidos na acao.

Informacoes  extras: Tempo para preparacao – cerca de 45 minutos.

Dúvidas? Sugestoes? Nao se intimide, escreva-me.

Bom apetite e muita diversao para grandes e pequenos!

Beijos.