Posts Tagged ‘Reportagem’

Dasafiar é preciso…

Sexta-feira, Dezembro 30th, 2011
Com carinho!

Com carinho e esperança, a qual não podemos ousar perdê-la.

Me sinto absolutamente em falta com este espaςo tão especial e que gosto tanto, tanto! Já se passaram muitos dias desde que dediquei umas duas horinhas para o meu cantinho na web. A mais pura verdade é que não tenho conseguido conciliar minhas atividades práticas com os meus hobbys. Logicamente a vida latente que flui ao meu redor é muito mais urgente e exigente que o sossego em poder  dedicar-me a escrever e publicar relatos, textos e outras coisas extras que “me puxam”  para a frente do Lap-Top. Bem, as festas natalinas se foram, eu sobrevivi… por menos que eu goste e aceite a pressão que paira no ar por volta deste acontecimento, acabo também envolta em preparativos e compras para os rituais de natal, logicamente com o intuito de não ser a “estraga-prazer”. Acho um pouco exagerado como os alemães comemoram a data. Principalmente no que se refere aos presentes e chocolates para as crianςas. Com o calendário de advento comeςam as distribuiςões de chocolates ou pequenos presentes (cada dia pela manhã, antes de mais nada, as crianςas procuram uma novidade na respectiva data), no dia 6 recebem a visita de Nikolaus (não apenas em casa, como também na escola, associaςões esportivas, etc), no dia 24: no auge da festa – então “a surpresa” (o brinquedo desejado) enviada por Christkind (Menino Jesus). O natal se comemora no dia 24 (Heiligabend), 25 e de quebra no dia 26. Este ano, no entanto consegui fazer algo realmente que considero importante – ir à igreja, acender velas especialmente para o menino Jesus, envolver a família numa atmosfera mais religiosa que material. A cada ano que passa me sinto mais distante da confusão comercial que envolve a festa e mais atenta ao significado espiritual do natal. Eu gostaria muito que todas as pessoas do mundo tivessem tido a oportunidade de comemorar a “perspectiva de esperanςa” que o natal representa. Eu me senti muito privilegiada de mais uma vez poder comemorar o Renascimento de Cristo junto à uma família saudável e com possibilidades de um futuro promissor. Mas senti muito pelas pessoas que se encontravam  sozinhas, tristes, doentes, desesperadas, vítimas de guerras, injustiςas… Penso que um magnífico presente de natal seria realmente se pudéssemos vislumbrar um mundo melhor para todas as pessoas e animais em todos os continentes…  um sonho bom, mas nós temos o direito de sonhar ainda – piegas, não me importo mais em parecer piegas. Outro dia li que as pessoas depois que atingem quase meio século de vida, são mais felizes. A verdade se constata em uma reportagem científica na revista Focus, que vale a pena ser lida. Quanto a mim tenho me sentido sim melhor do que em outros anos. No entanto ainda tenho tremido nas bases com novos desafios, apesar da “experiência” de vida. Tudo bem, os desafios nos mantém vivos.

Não sei se nos próximos dias vou sentar-me aqui de novo com esta calma para espairecer e filosofar, afinal estamos em férias. Meu príncipe e minhas princesinhas não me deixam muito espaςo para reflexões. Por isso mesmo gostaria de  registrar que desejo a você que me cedeu a honra da sua visita, em meu cantinho on-line, um ano novo cheio de desafios e toda a saúde, motivaςão e disposicão para encará-los e superá-los!

Beijos, com carinho!