Posts Tagged ‘Rio de Janeiro’

“Eu voltei prás coisas que eu deixei…”

Domingo, Abril 15th, 2012
O Rio é lindo!

O Rio é lindo!

E quantas coisas… difícil escrever rapidinho um post para tentar  descrever as minhas últimas duas semanas. Já vou concluindo que apenas com este post não posso compartilhar minhas emoςões ao visitar o meu país e diga-se de passagem – como turista, pois apesar de poder entrar no Brasil como brasileira, desta vez me fui obrigada  a usar o meu passapore alemão e entrar na fila de estrangeiros para atravessar a barreira de fiscalizaςão, pois o meu passaporte brasileiro assim como o da Vic estavam com o prazo de validade vencidos e eu não me animei com toda a burocracia e dificuldades para ir à Frankfurt renovar os nossos passaportes, sem falar nos preςos e no mal humor dos funcionários do consulado. Eu simplesmente resolvi me poupar do transtorno que sempre tenho quando tenho que me comunicar de alguma forma com o consulado e tudo transcorreu da forma mais simples e tranquila possível, graςas a Deus!

Movimentadas foram mesmas as duas semanas que estivemos no Brasil. Sobre as mesmas provavelmente vou escrever outros posts. Este é para matar as saudades das teclas e “falar”: oi, estou de volta à minha rotina alemã, mas com os pensamentos e o coraςão lá no Brasil, pois não foi possível matar as saudades da terrinha, tanto é que hoje cozinhei arroz com feijão – ao menos à mesa eu me senti mais no Brasil que por aqui, onde eu encontrei ainda o frio e uma natureza meio que morta. Eu estava esperando mais vida e calor. O frio alemão quase me chamou de volta à realidade, mas eu me permiti ainda umas horas de ilusão tentando sentir o calor e o brilho do sol  e admirando mesmo que em pensamento a riqueza do verde em abundância, a confusão de cores, a discontraςão e   facilidade dos brasileiros em trocar beijos.

Um dos idealizadores dos teleféricos – os quais foram construídos por brasileiros e portugueses com equipamentos e materiais alemães.

Nestas duas semanas visitamos também o Rio – a cidade maravilhosa, mas que antes eu ousava apenas passar por perto, pois a visão que eu tinha da capital carioca era extremamente negativa. Eu não pensava em apresentá-la para minhas filhas, mas as notícias que ouvi sobre o Rio nos últimos meses me fez mudar de ideia e acabei convencendo meu príncipe que o Rio seria uma cidade interessante  de ser visitada. E sinceramente valeu a pena correr atrás de um GPS brasileiro (o qual gentilmente a Selma, uma grande amiga, nos emprestou)  para chegar sem mais problemas no Flamengo, onde nos hospedamos por dois dias. O Flamengo em si já me impressionou positivamente, principalmente o parque e a praia. Nos outros dias fomos conhecer o Pão de Aςúcar e o Corcovado. Para a minha surpresa tudo transcorreu muito tranquilamente, apesar de termos dispensado uma excursão pronta recomendada pelo hotel. Fomos mesmo de ônibus de linha e sendo ajudados pelos cobradores chegamos nos nossos destinos e estávamos de volta ao hotel sem qualquer incoveniência. Fiquei positivamente surpresa com a normalidade com a qual se pode transitar pelas ruas da zona sul do Rio e sinceramente empolgada com a sua beleza. Me senti orgulhosa do Rio! Do Brasil? Sempre…

Beijos e linda semana!