Codinome – Jardins das Rosas

Fachada externa

Fachada externa do Museu

“Este abrigo de guerra  ou originalmente  Bunker é um complexo de 17,3 km de comprimento e localiza-se a 25 km ao sul de Bonn, no Vale Ahr Ahrweiler.  O Bunker foi construído sob grande sigilo nos anos 1960 a 1972 e destinado exclusivamente para as autoridades civis, particularmente da ex-capital federal Bonn. Com o fim da guerra fria o complexo foi convertido em  Museu de Documentação do Governo. Em 2009,  foi declarado pela Comissão Europeia como Patrimônio Cultural Europeu”.

Bem, estas sao algumas das informacoes  sobre o “Centro de Documentacao do Governo/ Dokumentationsstätte Regierungsbunker”, as quais entre outras tantas podem ser lidas em alemao ou  inglês na Wiki. Nao tenho a intencao, no entanto, de escrever agora um post recheado de informacoes numéricas sobre o abrigo de guerra que se localiza a cerca de 80 kms da minha casa. Já fazem meses que planejo conhecer este pedaco específico de montanha pelo seu peso histórico. Pensem bem… um abrigo contra uma provável guerra nuclear. Seria realmente possível? A resposta é nao. Milhoes de Marcos foram investidos naquele túnel – contruído em preparacao à primeira guerra mundial – com a finalidade de servir como um lugar seguro de onde  as autoridades alemas (ocidentais) poderiam administrar o país por cerca de um mês, no caso de uma guerra atômica. Dentro do frio e da rispidez do abrigo eu me indagava: em seguranca poder governar… quem? o quê?

A parte, a ignorância das autoridades daquele tempo, que assustadoramente, nem está tao longe assim – tenho que admitir que gostei muito da minha teimosia em visitar o Bunker. Aproveitei a minha solidao do sábado e me programei para ir para lá. Assim em torno de meio-dia eu estava “am Silberberg” – o endereco do monumento, cuja traducao é até romântica: na “montanha prateada”. Além deste nome inspirador o local onde meio que “se esconde” o museu é bem especial: a esquerda é “protegido por uma natureza linda e quase intocada e a direita vê-se  kilômetros e kilômetros de plantacoes de uvas, ou seja, impressionante! A fachada do edifício traduz imparcialidade, o Hall de entrada certo aconchego – Há vídeos sobre o interior do túnel, informacoes e objtos originais que você pode analisar enquanto espera pelo seu guia, o qual reúne os visitantes com a mesma cor do chip (o qual custa 8 Euros) para entao mostrar e explicar detalhes técnicos e historiográficos do túnel, o qual está divido em muitas cabines, milhoes de cabos, centena de tubos, portas de seguranca, painéis de controles, etc, etc.

Nas cabines encontra-se de tudo, desde um pequeno consultório dentário até um salao de cabeleleiro (como se pode pensar em cortar o cabelo, quando explode uma guerra?), bem o fato é que se tentou reproduzir ali entre as paredes indestrutíveis de concreto dentro da montanha uma “mini-cidade”, inclusive com estacoes próprias  de água, alimentacao, energia, aquecimento e ar. No entanto, luxo naquele espaco duro e frio nao teve absolutamente lugar, ao contrário do que os moradores de Ahr na época da construcao do complexo “espalharam” – que os governantes estariam planejando um local  secreto super luxuoso para festas e orgias sem fim. Nao, na verdade o local, depois de pronto passou a contar com tecnologia de ponta em questoes de seguranca de estado, mas quanto ao resto – estilo espartano, muito simples, até mesmo a “provável” suíte presidencial.

Detalhes do seu interior

Ao fim da nossa visita, subimos para a parte superior do túnel através de estreitas escadas e pudemos olhar os pequenos quartos destinados à visitas, todos nós nos entreolhamos com sorrisos nos lábios ao ouvirmos do nosso super simpático guia: “Ja, nur wissen wir nicht, welche Besucher?”/”Sim, só nao sabemos quais visitas?” Mas que ali também estava garantida para as visitas uma temperatura de 20°, nos informou o guia – claro, o sistema de aquecimento teria que funcionar…

Depois de olharmos o saguao para visitas, nos despedimos do guia e o agradecemos. Ele também agradeceu muito o nosso interesse pelo Museu e nos disse que o que o mantêm funcionando sao visitas como as nossas.

Desci a montanha prateada muito agradecida por termos superado esta fase tao tensa da nossa História.

Beijos e linda semana!

Tags: , , , , ,

Leave a Reply

*