Der Herbst – O Outono

A primeira imagem marcante do outono recentemente registrada por mim.

chegou… ele está aqui, acho que por toda a parte, nao sei, nao tenho saído de Hunsrück, apesar que ontem estive perdida pela regiao Eifel, um dos nossos municípios vizinhos. Constatei mais uma vez que a minha capacidade de orientacao geográfica é mínima. Nao tenho coragem de descrever a minha aventura de ontem ao voltar para casa depois de tomar um café na casa do Rubens e comer dois pedacos bem generosos de bolo de cenoura com cauda de chocolate… delícia! O fato é que nao tive condicoes de tentar  encontrar a direcao correta para casa e ao mesmo tempo observar as marcas do outono, as quais observo por aqui  sempre que coloco os pés para fora de casa ou estico o pescoco pelas janelas. A natureza apresenta um espetáculo colorido… o ciclo se repete, mas representa sempre um espetáculo  à parte. A mistura linda de cores que domina a paisagem nao supera, no entanto, o sentimento de melancolia que me envolve nesta época do ano. Por que muitas vezes o que existe de mais poético e lindo é tao doce e triste? Olhar, sentir e apreciar a natureza e os rolos de fenos espalhados pelos campos enormes representa para mim também, assim como para todas as pessoas  e bichos, creio eu, a preparacao para o frio e o cinza do inverno. Os sentimentos de alegria e satisfacao  por estarmos  envolvidos em mais um fenômeno espetacular da natureza sao mesclados com um toque de tristeza e medo, afinal o inverno é uma fase de introspeccao – o que vamos encontrar fora das nossas paredes aquecidas e confortáveis? O que vamos encontrar ou reencontrar dentro de nós mesmos?

Beijos e um lindo dia!

Tags: , ,

Leave a Reply

*