Perspectivas -Femininas- Aposentadoria

Multifuncional, mas sem garantias para o futuro...

Aposentadoria – oh palavra  pesada! Difícil de se ingerir! Há tantos conflitos e medos por trás dela… No entanto resolvi “tirar a cabeςa de dentro da areia” e me vi obrigada esta semana a buscar informaςões sobre minha aposentadoria – que felizmente está num futuro distante (?), mas já é tempo de me preocupar realmente com o futuro… Quem sabe o que nos reserva? Nas minhas averiguaςões descobri três notícias muito interessantes e positivas, as quais me vejo na obrigaςão de compartilhar com vocês:

1- O fato de ter filhos nos proporciona futuramente já uma pequena renda. A nossa dedicaςão à eles  (cuidado e educaςão)  durante os primeiros 10 anos nos oferece também uma espécie de proteςão, pois nossas necessidades básicas com relaςão à toda a assistência médica, inclusive em clínicas de repouso para recuperaςão estão neste período asseguradas por lei;

2- Ao orientar-me com a funcionária da Prefeitura Municipal (responsável pelo tema), aliás muito atenciosa e competente, fui informada também que o meu tempo de dedicaςão à escola no Brasil – 2° e 3° graus (mínimo de 20 horas semanais) seriam contabilizados na minha conta, assim que eu apresentasse os certificados das mesmas (diplomas ou históricos escolares);

3-No entanto o que me causou mais espanto foi uma resposta do consulado brasileiro à uma pergunta que eu fiz (por e-mail) sobre os meus 16 anos de trabalho e contribuiςão no Brasil. Três dias após  enviar a minha pergunta sobre alguma informaςão que buscava, recebi um e-mail de um dos funcionários do Consulado de Fankfurt me esclarecendo que está em fase final de regularizaςão  um acordo formal entre o Brasil e a Alemanha – através do qual o nosso tempo de trabalho e contribuiςão no Brasil serão contabilizados aqui e logicamente o tempo de trabalho aqui será contabilizado no Brasil, se voltarmos a viver no Brasil ou para os alemães que trabalharem no Brasil.

  • Aqui a mensagem que recebi do Consulado:

Cara Sra. Neusa

encontra-se em fase final de aprovação o Acordo de Previdência entre o Brasil e a Alemanha, que foi assinado em dezembro de 2009, mas ainda está para ser aprovado pelo Congresso Nacional em Brasília e pelo Parlamento Alemão. A previsão é de que até o final deste ano o acordo entre em vigor. Este acordo previdenciário prevê que sejam computados no sistema previdenciário de um país as contribuições efetuadas no sistema previdenciário do outro país. Assim sendo, as suas contribuições para o INSS, uma vez que o acordo entre em vigor, poderão ser computadas no sistema alemão (Deutsche Renteversicherung).
Contudo, os trâmites legais e os passos a serem tomados, ainda estão sendo delineados. Assim que forem estabelecidos os procedimentos, publicaremos na homepage deste Consulado as informações pertinentes.

  • E aqui todos os detalhes –  você pode ler todo o projeto de lei:

Gesetzentwurf – ver lei também em Português


Não é uma notícia sensacional? Bem…  no dia 30 deste mês tenho um novo encontro com outra funcionária pública para estudar  meu histórico e me orientar sobre meus próximos passos  ( talvez o pagamento extra de um seguro privado, já que os meus minis-jobs me permitem flexibilidade de tempo, mas não me favorecem muito com relaςão ao futuro)  para  fugir da pobreza quando estiver/ e se chegar a estar idosa… Acho muito difícil pensar sobre isto, mas fazer o quê? Esta é a mais crua verdade… não sabemos o que nos reserva o futuro e o fato de nossos “parceiros” terem suas aposentadorias garantidas, não nos garante automaticamente um futuro sem problemas financeiros…

Beijos e linda semana!

Tags: , , , ,

Leave a Reply

*