Posts Tagged ‘Loreley’

Normalidade…

Terça-feira, Fevereiro 8th, 2011

"... demonstrantes egípcios acreditam que eles conseguiram, nos últimos dias, com os seus protestos muito mais que a oposicao em 20 anos..."

Algo que algumas vezes classificamos de rotina. Já perdemos a conta do tanto já reclamamos dela. Rotina muitas vezes pode significar tédio. E a sensacao ao se sentir entediado nao é lá das mais agradáveis que existe. No entanto é praticamente indescritível  o quanto sentimos falta da rotina quando percebemos que o nosso dia-a-dia nao pode transcorrer como “normalmente” deveria. Os motivos para sentirmos falta da rotina sao diversos… variam desde os mais corriqueiros até a explosao de uma catástrofe. Hoje estou escrevendo porque me encontro, até o momento, dentro da normalidade do dia-a-dia, algo diferente dos últimos três dias, sendo que em dois dos mesmos estava eu participando de um curso intensivo de primeiros socorros, o qual faz parte do meu treinamento para minhas atividades futuras. Nao foi muito fácil conciliar o fim de semana normal da família e a minha ausência, mas fiquei muito satisfeita de poder ter rompido com a nossa rotina de fim de semana para aprender algo mais sobre como ajudar outras pessoas que se encontram em situacoes difícieis. Encarei o curso com muita seriedade, pois nesta altura da vida já sou adulta o bastante para saber que o imprevisível pode acontecer e se estamos um pouco preparados podemos agir com certa eficiência. No entanto a normalidade a qual eu me referi no título do post trata-se de assuntos ainda mais empolgantes do que a minha última experiência particular em Mülheim-Kärlich.

A rotina do trânsito  no Rio Reno – trecho Loreley – enfim, depois de semanas, volta ao normal. Após três longas semanas as embarcoes de carga ou nao podem novamente transitar normalmente por esta área do Reno. Infelizmente – sobre os dois únicos e responsáveis pela embarcacao de ácido que estava sendo transportado no navio-tanque – nao se tem ainda notícia, porém o ácido nao pode mais contaminar o Reno e a embarcacao pode ser desviada para que todos as outras e seus  tripulantes  sigam para os seus respectivos destinos e possam retornar à rotina normal de vida e trabalho. Eu estou aliviada pela volta à normalidade no Reno e tenho quase certeza que todos àqueles que nao puderam seguir viagem por três semanas ainda mais do que eu, que ouvi e li com curiosidade e apreensao as notícias do alto de umas das montanhas de Hunsrück (confortavelmente egoísta!).

Também sobre normalidade e tao ou mais preocupante do que, felizmente, o  quase- caos- ácido no Rio Reno refere-se ao Egito. Assim como na Túnisia me senti muito interessada pelas manifestacoes populares que comoveram, penso eu, o mundo. Eu espero que realmente após tantos dias de luta, sofrimento e dor, os cidadaos da Tunisia e Egito possam compartilhar seus dias com suas respectivas famílias e colegas de trabalho e nao tenham que sair novamente de suas rotinas de vida para enfrentarem canhoes, cacetetes e jatos de água ou gás da polícia de ditadores decadentes.

Beijos.

“Eu não conheço nada (que seja tão lindo quanto você)”

Segunda-feira, Setembro 13th, 2010

Uma doce vitória, ainda com o corpo dolorido do trabalho pesado de sábado, consegui trazer para o meu blog uma música linda de um super talento – Xavier Naidoo, que aliás esteve aqui pertinho de casa no sábado à noite e ocupou juntamente com a sua banda o palco Loreley (St Goarshausen). Eu planejei estar lá, mas infelizmente por muitos motivos não foi possível. No entanto me alegrei com a reportagem hoje que li sobre o schow – 10.000 pessoas vibraram com a luz e as mensagens deste cara que faz tempo eu admiro muito e agora ainda mais quando ele declarou com muito charme e galanteio que fez esta música não em homenagem à uma mulher apenas, senão para nós todas – não é demais?

Ich könnte tagelang von  – Eu poderia por dias inteiros

Dir erzählen / Ohne deinen – Contar sobre você

Namen auch nur einmal – Sem uma vez sequer

Zu erwähnen / Unter – Citar o seu nome/ Sob

Schmerzen oder – dores ou

Unter Tränen / würde dein – sob lágrimas/ serviria

Name als meine  – Seu nome

Linderung dienen / Jede  – como o meu alívio /Cada

Deiner Bewegungen sind – um de seus movimentos é

Erstrebenswert / Und – ambicionado/ E

Jede Stunde mit dir ist – cada hora com você é

So – muito

Lebenswert. valiosa para a vida.

Nichts ist vergleichbar mit – Nada é comparável com

Dem was du gibst / Mit – com o que você oferece

Dem was du zeigst uns wie du lebst, wie du liebst. O que você nos mostra como você vive, como você ama.

Ich kenne nichts, Eu não conheço nada,

Ich kenne nichts, Eu não conheço nada,

Das so schön ist wie du…que seja tão lindo como você…

Schöne Tage mit dir sind kostbar, Lindos dias com você são preciosos,

So kostbar wie der Weg zum Morgenstern. Tão preciosos como o caminho para a estrela matinal.

Ich zelebriere sie wie einen Festtag, Eu os celebro como um dia de festa,

An dem ich immer wieder neues von Dir lern. No qual eu sempre aprendo algo novo sobre você.

Im Moment ist das das schönste dich zu kennen. No momento o que é mais lindo é conhecer você.

Dich zu kennen ist wie das Beste das ich hab. Conhecer você é o melhor que eu tenho.

Verzeih mir aber dieses sag ich nochmal: me perdõe, mas isso eu preciso dizer de novo:

Deinen Namen zu nennen ist wohl das Schönste was ich sag! Chamar o seu nome é (o melhor) o mais lindo que eu digo!

Ich kenne nichts, Eu nao conheço nada,

Ich kenne nichts, Eu nao conheço nada,

Das so schön ist wie du… Que seja tão lindo como você…


Beijos.
P.S. –  Preparei eu mesma a traduςão da música em português para nós mulheres, mas também para almas masculinas sensíveis.
Linda semana!