Posts Tagged ‘Vacina’

Minha segunda dose e uma despedida!

Sexta-feira, Junho 4th, 2021

Sei! Um tanto quanto dramático o título deste post, mas me refiro a uma, ou melhor, duas boas notícias: há quase duas semanas recebi a segunda dose da vacina (desta vez, mais por razões organizatórias, a Biotech) contra o Sars-Cov. Alegro-me muito pela possibilidade de que possamos retornar `a uma certa normalidade em todos os contextos de nossas vidas. Contudo, a realidade demonstra que ainda há um longo caminho pela frente até que o planeta na totalidade possa estar menos afetado por este assombroso vírus, o qual nos tirou literalmente o chão sob os pés. Sonho com o dia em que as pessoas de todos os continentes tenham acesso à imunidade. Nosso planeta sempre esteve já tão carregado de problemas, guerras, fome, pobreza e doença.

A segunda notícia se refere a uma despedida deste espaço virtual. Já tem muitos meses que não o ocupo e me decidi por virar esta página da minha vida. São onze anos, apesar de não intensa dedicação, que mantenho este canto no mundo virtual, o qual instalei com o lançamento do livro: O Paraíso sem Bananas.

Estes onze anos me trouxeram muito aprendizado e crescimento em todos os campos da minha vida, e os primeiros desta década da minha biografia foram determinantes para a minha estabilidade emocional, a qual constituiu a base da construção de uma certa independência no contexto europeu e me permitiu integrar-me num país que posso considerar sim, como sendo meu também.

Com certeza as palavras escritas me ajudaram muito nesta fase da minha vida, mas percebo que estou iniciando uma nova etapa em minha passagem por este planeta, a qual não posso ainda muito bem pré definir, mas sinto que este espaço virtual não faz parte dela e me despeço. Contudo, para as amizades que se solidificaram também ao longo destes onze anos, permanecerão abertos outros canais de comunicação através das redes sociais.

Valeu muito minhas queridas e queridos!

Um grande abraço e tudo de bom!

Beijos.

Minha primeira (AstraZeneca) dose

Quinta-feira, Março 4th, 2021

Dias ensolarados de esperança têm me envolvido nesta onda triste de caos, doença, desolação e conflitos, a qual assola de forma aguda o planeta desde a explosão do Vírus Sars-Cov-2. Há um ano tomávamos, devagarinho, consciência de que nossas vidas seriam alteradas em função de um vírus, cujo alcance seria (pensávamos) estagnado ainda antes de sair do continente asiático. Mal sabíamos que ele já estava circulando livre e solto pela Europa e em breve atingiria todos os outros continentes. A expressão “Pandemia” se popularizou rápido a partir dos noticiários.

Mal imaginávamos que enfrentaríamos uma catástrofe mundial e que inclusive nossa liberdade die ir e vir, assim como encontrar pessoas seria fortemente coibida. Realmente o Sars-Cov-2 alterou drasticamente nosso estilo de vida e alguns valores. A esperança que em poucas semanas “tudo voltaria à normalidade” foi se evaporando dia-a-dia. Quase um ano entre suaves e rígidos Lockdows, eis que surge uma luz no fim do túnel: a vacina contra este mal rasteiro e muitas vezes fatal.

Como trabalho com pessoas portadoras de deficiências, tive o privilégio de receber a primeira dose dela, no último domingo.

Entre muitas discussões entre marcas laboratoriais: Biotech, Moderna, AstraZeneca… Eu estou apenas agradecida por estar praticamente imune a esta praga, e com muita esperança de que num futuro próximo o mundo possa “respirar aliviado” quando esta pandemia infernal estiver definitivamente sob controle. Levaremos conosco muito de aprendizado com esta crise no planeta e a certeza do quanto somos frágeis apesar de toda a evolução tecnológica e científica que embala o conforto de nossas vidas modernas e efêmeras.

Beijos.